Incoerências e inconstâncias

Será que por estarmos com o estado de espírito em baixo justifica passarmos por amigos e não dar-lhes a devida importância ou atenção, pelo menos aquelas com que os acostumamos?
Será que podemos dar-nos ao luxo de tratarmos as pessoas consoante nossa vontade e estarmos à espera que o outro entenda porque, como amigo, é o seu dever entender, e mais do que isso, deverá aguardar até ficarmos bem-dispostos e disponíveis outra vez?
Será que na amizade podemos tolerar a inconstância de tal modo a sentirmo-nos magoados e rejeitados mesmo que por instantes, e deixarmos dúvidas e questões cercarem a nossa mente sobre a nossa importância para quem gostamos?

Uns dias somos grandes, noutros somos minúsculos e quase mesmo invisíveis mas o sorriso impera pois não sabemos as razões...seremos lorpas por continuar a sorrir?

Será que não merecemos uma justificação para um dia sermos importantes e no dia a seguir sermos apenas mais uma mancha na multidão? Ou será que, por isso acontecer, deveriamos convencer-nos que a nossa importância é tão relativa como o estado de espírito?

5 comentários:

  1. a amizade engole alguns "sapos"... mas não o desprezo. Todos temos direito a dias menos bons, mas daí a admitir que nos tratem como uma peça de roupa: dia uso. dia nao uso! não...

    digo eu!

    ResponderEliminar
  2. Wooww gostei imenso Sílvia :)
    "Uns dias somos grandes, noutros somos minúsculos e quase mesmo invisíveis mas o sorriso impera pois não sabemos as razões...seremos lorpas por continuar a sorrir?" Esta parte fez-me pensar tanto...

    ResponderEliminar
  3. Ju: claro que sim, todos temos direito a dias menos bons e se não temos vontade de sorrir não sorrimos. Os amigos entenderão isso. Só não podemos é destratar quem gosta de nós.

    Gabriela: Obrigada! :)
    Gosto quando contribuo para uma reflexão! :)

    ResponderEliminar
  4. São boas questões! E situações que me parece já terem acontecido a todos pelo menos uma vez...
    O ser humano nem sempre é fácil de entender...

    ResponderEliminar