R.I.P. Dr. Wayne W. Dyer

Fiquei triste hoje de manhã assim que vi a notícia da morte do Dr. Wayne W. Dyer. ainda no outro dia escrevi sobre ele, aqui, como tinha sido bom encontrar os seus escritos, os seus livros (mais de 30 best-sellers) e os seus vídeos. Ontem à noite, antes de dormir vi mais uma das suas maravilhosas entrevistas com Oprah. É de uma riqueza espiritual sem igual. Todas as suas palestras até 2016 estão completamente esgotadas, não há bilhetes em lado algum. Pensei mesmo em ir a Londres vê-lo...infelizmente já ninguém terá mais essa sorte.
Aconselho vivamente a descobrirem este senhor. Eu dava muita coisa na minha vida para estar rodeada de pessoas com a mesma filosofia de vida que ele, a mesma paz, a mesma serenidade e consciência da simplicidade e do valor da vida.
Como ele próprio defendia, a morte não é mais do que uma transição. Pode ser que um dia, num outro plano, o possa conhecer.
Paz à sua alma e obrigada pela partilha de tamanha sabedoria.

Street preachers

Todos os dias de manhã, a caminho do trabalho, e praticamente no mesmo sítio, passo por duas mulheres que parecem-me ser 'pregadoras'. As senhoras da religião, para mais fácil identificar. Não faço ideia que ideologia andam a espalhar e também nem é isso que vem ao caso até porque falar de religião dá sempre merda. O que intriga-me nestas pregadoras (e pregadores também, mas os homens vejo mais ao Sábado) é como eles ganham a vida se passam o dia todo a caminhar, lentamente e em alta cavaqueira entre eles. Vivem de quê' Quem lhes paga? Aquilo é profissão? (E existe em part-time? Estou a precisar de uns trocos extra).
Confesso que faz-me um pouco de confusão pois não me parecem preocupados com a vida, estão sempre descontraídos, passeiam com aqueles livrinhos na mão, andam despreocupados com as suas vestes (aquelas saias e as blusas convinhamos que não são do melhor), apanham sol...
De que são feitas estas vidas? 

Is that a pair?

Só hoje reparei que, na minha lista de seguidores, tenho um par de mamas a seguir-me...
Que coisa mais estranha. 

Na saga de o 'Meu cabelo feio'

Depois de demonstrar a minha vontade em 'salvar' a minha cabeleira, aqui há uns dias, eis-me, na continuação à procura do melhor de dois mundos: um cabeleireiro bom e acessível (não digo barato porque dificilmente há bom e barato). 
Cabeleireiros há muitos, já fui a imensos, e em toda a minha vida só encontrei uma que ajudou-me numa altura muito semelhante a esta mas que tive de abandonar por cansaço. A relação não deu mais e terminamos. Nunca mais lá voltei e não conseguiria fazê-lo agora, acho de mau tom e não quero sofrer represálias.
Pergunto aqui e ali, ouço algumas opiniões e todas elas são unânimes: 'investe num bom cabeleireiro, não te arrependes'. Mas malta, o orçamento é apertado, não dá para grandes voos. Na mesma assim e porque uma vez não são vezes e o que interessa é agora fazer a mudança que preciso e cuidar. Tenho andado a pesquisar, contudo, os preços são, em alguns casos, um pouco assustadores. 
Já ouviram falar dos Anjos Urbanos? Só tomei conhecimento hoje, fica na Rua Passos Manuel, no Porto, e pelos vistos é grande 'show de bola'. Vi as fotos, vi as cores e os cortes, vi os comentários, não dá para ficar indiferente e até sentir um impulso em ir a correr até lá a gritar 'help, please!!' - mas também vi o preço. Como se diz por cá: 'ca puta!!' - 35€ só por cortar?!?
É que ainda para mais eu já não tenho muito cabelo para cortar, ele está curto. Mas fiquei encantada com este exemplar, se o emprego o permitisse, claro:





A verdade e que o que preciso é de um bom aconselhamento, de alguém que olhe, apalpe (o cabelo), que sinta a textura, que o perceba, que lhe faça a leitura da aura, olhe a minha estrutura facial e que nem um Eduard Scissorhands coloque mãos à obra e me faça sentir uma diva.
Será que, algures por aí, não existe algo semelhante, um artista de mão cheia que não tenha um preçário de ficar com os cabelos em pé?

Ora nem mais



Sair da zona de conforto não é, de todo, fácil.
Mas como li algures nas minhas pesquisas, se dá medo, se causa ansiedade, é porque estamos no caminho certo. 
Quando a vontade de viver algo diferente é maior que tudo, nada nos pára, nenhum obstáculos nos assusta, então é 'bola para a frente'.
Gosto da pessoa que, lenta e suavemente, renasce em mim.

Momento musical

Estar e ser no Porto

O Antigo Carteiro

antigocarteiro5

oantigocarteiro1

oantigocarteiro2

oantigocarteiro3

oantigocarteiro4

Num antigo posto de correios, situado no, por alguns considerado, largo mais bonito do Porto, encontra-se o restaurante O Antigo Carteiro. Acolhedoramente instalado no primeiro andar de uma casinha perto do rio Douro, faz-nos sentir em casa, com as suas divisões originais, com as mesas e cadeiras em madeira recuperadas, com o portão em ferro que dá acesso ao terraço exterior, tão agradável e convidativo.
Sente-se a envolvência de um perfeito equilíbrio entre a tradição e a modernidade, desde uma cozinha assente nas receitas tradicionais portuguesas, com pratos apresentados de uma forma clean e cuidada, ao ambiente informal e trendy que decorre de uma decoração minimalista com um espírito vintage e revivalista. Bem em sintonia com o meio em que se insere.

O ANTIGO CARTEIRO
Rua Senhor da Boa Morte, 55
+351 937 317 523 | oantigocarteiro@gmail.com

Seg-Sáb 12:00-0:00, Dom 12:00-17:00
€€

www.facebook.com/oantigocarteiro

Meu cabelo feio

Estou em guerra com o meu cabelo.
Desde que, no ano passado, decidi ficar loira e estragaram-me o cabelo todo, não tem sido fácil voltar a te-lo saudável e bonito.
Já tive que cortá-lo por diversas vezes e continua a espigar que nem um louco. Não sei mais o que fazer e custa-me imenso passar-lhe a mão e senti-lo áspero, doente...
Estou a ganhar coragem para cortá-lo ainda mais, não tenho outra hipóteses se quero que ele cresça saudável e, pelo menos, puder andar com ele solto.
Meu desespero é tamanho que já pensei corta-lo à 'joãozinho', o corte à rapaz. Creio que meu rosto aguenta semelhante facada mas vai custar.
Não sei mais o que fazer pois meu cabelo não reflecte quem sou...

Help...

Dr. Wayne W. Dyer


Totally in love with the teaching of this man.
Thank you.

Se tiverem oportunidade (e tempo, pois os vídeos são longos), dediquem-se a escutar este Senhor. Acreditem que faz um bem imenso.
Toda a minha meditação tem tido por base as suas palavras.

Part-time

Ola malta, estou à procura de um trabalho em part-time pós-laboral ou ao fim-de-semana, na zona do Porto.
Sabem de alguma coisa?