Tempo de viver o presente

Entendo que na vida damos importância a coisas que nada valem e perdemos tempo com pessoas que nada merecem.
Não devemos desperdiçar nosso tempo e energia dessa forma. Não podemos deixar que nos absorvam, magoem, chateiem, aborreçam e façam sentir mal.

Todos os dias são uma benção, todos os dias são de gratidão e todos os dias devemos cultivar bem-estar, harmonia e amor ao nosso redor. Para consegui isso, temos de rejeitar tudo o que corroi ou ameaça essa construção. Se isso significar abdicar e abrir mão de pessoas e coisas que seja, mesmo que doa, mesmo que custe, mesmo que por breves momentos faça-nos sentir fracos e tristes. O resultado compensa o sacrifício!

Quase todos os dias recebo um ensinamento sobre a vida, sobre as pessoas, sobre mim mesma. Quase todos os dias reconheço que andei de olhos fechados durante muito tempo e que, ainda hoje, tenho dificuldade em ver o que está mesmo à minha frente. Na mesma assim, em vários instantes entendo o que de errado rodeia-me e tento corrigir mesmo que seja tarde demais para recuperar o que se perdeu. O que interessa mesmo é que o presente seja vivido como tal, sem amarradas do passado, sem receios do futuro pois o que passou, passou, e o que virá, virá, mas só o presente conseguimos agarrar. Agarremos então um presente cheio de boas pessoas e bons momentos para que quando olharmos para trás consigamos sorrir e quando o futuro chegar sintamo-nos mais fortes e capazes.

Um forte abraço a todos os que fazem parte do meu presente...

5 comentários:

  1. Um abraço para ti também. :)))

    Beijinho.

    ResponderEliminar
  2. Gosto de pensar que faço parte dele, tal como tu fazes parte do meu!

    E por isso mesmo, obrigada!
    Não te retribuo o abraço, prefiro fazê-lo pessoalmente! :)

    ResponderEliminar
  3. Fazes parte dele! E eu é que agradeço :)

    Vou cobrar!! Prepara os bracinhos!!!

    ResponderEliminar