O beijo


Roubei, descaradamente, de um outro blog porque gostei e porque penso o mesmo.
Há qualquer coisa no beijo que o faz mais especial do que outra qualquer carícia. Ele exprime sentimentos, ele fala o que nos vai na alma.
Consigo acha-lo bem mais especial que o sexo. Estranho, não? Mas acho. O sexo é mecânico, o beijo não, tem vida própria, tem algo que o consome, tem expressividade.
Há beijos que ficam guardados outros que nunca deveriam ter acontecido. Um brinde aos que ficam guardados, pelo menos não desiludem.

Sem comentários:

Enviar um comentário