Momento aha

Hoje tive um momento aha. Foi fantástica a sensação que, internamente, criou em mim.
Foi como se, de repente, uma luz acendesse no meu cérebro, e acompanhada desse estupendo pensamento, veio um alívio instantâneo.
Foi como um raio fulminante.
Por muito que possa parecer difícil, na realidade sou a única pessoa com controlo dos meus sentimentos. 
Foi uma sensação de libertação enorme ter a noção que não há nada que eu não possa controlar. Nao quer dizer que vá ter sempre esta clareza de pensamento mas pelo menos sei que ela existe em mim, que posso voltar a senti-la e a traze-la à tona, à superfície da minha pele.
Eu não quero mais deixar-me abater por atitudes e acções alheias. As pessoas são responsáveis pelas suas escolhas, podem ou não magoar-nos mas não podem, de modo algum , condicionar-nos, prejudicar o nosso presente, a nossa essência, o nosso rumo.
E hoje i've made up my mind, não há emoção alguma que eu não consiga controlar principalmente se envolver pessoas ou situações que durante anos desconhecia sequer existirem.
Como Gustavo Santos diz e muito bem, hoje estou na pole position da minha vida e não há nada que me tire o lugar. Eu sou a nº1 da minha vida e se tiver de ser a n.º 2 e a n.º 3 serei também. Quem eu escolho para partilhar o pódio já são outras núpcias.

Sem comentários:

Enviar um comentário