Aha, já sei do que tenho saudades

Durante muito tempo senti que faltava-me algo. Sentia-me incompleta, um vazio inexplicável. Cheguei a comentar com amigos próximos essa minha frustração. O que estava a faltar-me? Não dava para perceber.
Como tenho tido muitos momentos aha, ontem tive um novo. A pergunta que mais vezes surge na minha cabeça, nos últimos dias, sem que eu queira ou faça por isso, é onde está a minha família?

Às vezes surge por ver uma imagem, por ler um texto ou enquanto conduzo. Onde está a minha família? Entenda-se por família o meu esposo e os meus filhos.

Agora sei o que me falta. Agora sei de que se alimenta o meu vazio. Fico tristonha quando penso nisto porque tenho saudades de algo que nunca existiu. 
Ainda ontem à noite conseguia ver nitidamente para dentro da casa do meu vizinho da frente, as luzes estavam ligadas, as cortinas abertas e estavam todos sentados à mesa, a jantar. Sim, coscuvilhei mas eles também facilitaram a coisa. Eram para aí umas cinco pessoas no total por entre pai, mãe, dois adolescentes e uma criança. Foi quando senti no coração um sentimento de pena, não deles, mas de mim. Eu estava sozinha em casa, à janela, com o meu gato e dei por mim a pensar porque eu não tenho o mesmo que eles, porque eu não estou assim rodeada da minha gente?
Ainda não tive o momento aha que explicasse porque não consigo atingir esse patamar da minha vida. 
É de lamentar.

4 comentários:

  1. Isso vai de encontro àquela conversa do 'mas porquê que foi o meu pai a vir para o Porto e não a minha mãe a ir para Trás os Montes?' :D
    Agora mais a sério, também penso nisso algumas vezes, no meu caso teve a ver com uma única decisão de vida que mudou completamente o meu percurso...E acho que não passa muito disso, de decisões que se tomam, de prioridades que se criam que não facilitam essa criação.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vai mesmo de encontro a esse desabafo. Eu seria tão mais feliz na aldeia, até tenho mãos de quem cava batatas e tudo!! :D
      Minhas decisões foram todas um grande tiro ao lado.
      Pior é que não há segunda oportunidade para acertar. Agora é aceitar as consequências e tentar ter melhor pontaria na próxima.

      Eliminar
  2. Não tens de ter pena de ti silvia, as coisas acontecem na vida quando tem de acontecer. E só porque ainda não aconteceu não quer dizer que não aconteça ;) tudo acontece da forma que tem de ser.

    Sofrer por uma coisa que nunca se teve, é como sofrer por antecipação; uma dor que não nos leva a lado nenhum.
    Aproveita o momento, as tuas coisas, a ti própria, o restante logo logo virá.

    Beijinhos ♥

    [BLOG Desabafos e Coisas]
    [FACEBOOK]

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Às vezes falta-me essa clareza de pensamento...

      Eliminar