A Rita já está no infantário

Parece que foi ontem que registava o acontecimento mas já caminhamos para dois anos. Dia 18 minha fofura celebra o segundo aniversário e vê-la agora, tão grande, tão energética, tão comunicativa, nem dá para acreditar como nasceu pequena, prematura, com apenas 1.400kg!
Minha Rita está a crescer a olhos vistos e surpreendeu tudo e todos com o seu amor pela vida!
Provavelmente pelo convívio com a avó que passa os dias, desde manhã até à noite, a conversar com ela, a Rita fala tudo. Está na fase que repete cada palavra, é certo, mas tem palavras que nem sabemos onde as vai buscar, expressões e frases que são de rir. E o que mais me fascina é que ela entende tudo o que lhe dizem. Disse-me no outro dia que não me quer como madrinha!! Ainda lhe perguntei se sabia o que era madrinha, claro que me disse que não, mas quando lhe expliquei que era a mulher que lhe daria dinheiro na Páscoa mudou de opinião e já me quer! Esperta!!
Desde segunda-feira começou a ir ao infantário. Primeiro algumas horas para ver se se ambientava, se gostava da nova experiência. Apreensiva, a minha irmã lá levou a menina a conhecer o espaço. Tão habituada à avó, seria normal que não quisesse ir ou sentisse algum mau-estar. Mas não! O problema foi mesmo tira-la de lá! 
Desde bebé que ela demonstra ter uma personalidade muito forte e uma energia que parece as pilhas da Duracell, não pára mesmo! Mal os seus pés tocaram o chão do infantário nada mais ficou igual. Foi como se tivesse chegado ao seu território! E os outros meninos souberam disso! Conseguiu mesmo deixar alguns a chorar. Tem um sentimento de posse em relação a tudo que é inexplicável. Tudo é dela mesmo que ela não faça a mais pálida ideia para que serve! Apenas é dela e ninguém pode questionar isso, aliás, não é questionável no mundo da Rita, é dela e pronto!
Mas o fascínio dela com tudo o que existe no infantário tem-lhe feito bem. Desde as outras crianças, aos brinquedos, ao espaço...um mundo novo abriu-se para ela e ela recebeu-o da melhor maneira! 
Ontem passou o dia todo lá. Parece que estava bem por isso não houve necessidade de ir busca-la mais cedo. À noite ainda tinha pilhas, mesmo quando parecia que ia adormecer enquanto andava! Dançou o malhão a noite toda! La andava ela de braços no ar a cantar o "oh malão, malão!". É hilário vê-la e ouvi-la!
Tenho andado a dizer-lhe que os parabéns estão próximos! Começo a cantar e fica toda envergonhada, esconde a cara e sorri timidamente. Ou isso ou eu a cantar provoco-lhe uma reacção esquisita e ela não me diz! Também é uma hipótese!
O tempo passa rápido e se "ontem" tinha uma menina de 40cm ao colo, que mais parecia um boneco, hoje tenho uma menina que me chama tia xixa e me deseja "boa sote" quando saio de casa. Dois anos...! Ela era apenas um ponto na ecografia! 

8 comentários:

  1. o tempo passa a correr, a minha afilhada Rita já tem 8 anos, parece que foi ontem que nasceu:)

    ResponderEliminar
  2. Desde que me falaste pela primeira vez dela fiquei com vontade de a conhecer. Imagino-a como uma mini-senhora! =) Temos que apresentar as nossas sobrinhas, acho que se iriam dar bem! Não fala ainda, mas é respondona com as palavras dela de uma maneira que não imaginas! =)
    Tenho uma foto dela no telemóvel que tem um ano, que foi quando nasceu, e já não tem nada a ver, crescem tão rápido!! Ah, e eu sou o "ti-bi"!

    ResponderEliminar
  3. Como conheço tão bem esse teu sentimento! A minha sobrinha linda já tem 11!! 11 aninhos! Tinha eu 13 aninhos quando aquela coisinha pequenina loirinha de olho azul veio ao mundo, sempre bem-disposta, alegre, calma, tranquila e observadora..depois os anos passam e começa a dizer as primeiras palavras, a dar os primeiros passos, a dizer as primeiras piadas e fazer as perguntas infinitas sobre o porquê de tudo e todos. A dizer o quando gosta da tia maluca e que quer estar sempre comigo e ir comigo para todo o lado.. é tão bom ter essa pessoa pequenina a nosso lado que nos olha com orgulho, amor e carinho e sente-se protegida e confortável ao pé de nós.. É como uma irmã/filha.. difícil de explicar esse sentimento :) beijinho*

    ResponderEliminar
  4. Tulipa: tb tens uma Ritinha? Que giro! Eles crescem à velocidade da luz... :)

    Bid: É uma mini-senhora sim, muito prestável, adora ajudar em tudo mas também tem muito de maria-rapaz! :) Quando a quiseres conhecer estás à vontade. Ela é o meu orgulho!
    Imagino como a tua também deva ser uma fofa. Se algum dia ela conhecer a Rita que não leve brinquedos! :p
    Tens que me mostrar fotos dela, ti bi!

    ResponderEliminar
  5. Mafalda: compreendo-te perfeitamente! Tudo isso que descreves também sinto. E como nós aprendemos com eles!
    Acho fascinante como eles vão conhecendo o mundo e chama-nos à atenção para pormenores que já não damos importância.
    Sem dúvida que as crianças trazem muita alegria e coisas boas à nossa vida.

    ResponderEliminar
  6. :) Acredita. E digo-te já que crescem mesmo mas MESMO rápido.. eu antes ria-me quando os pais e amigos diziam isso..mas agora vejo que é a realidade! Parece que foi ontem que a minha pita ainda tinha os dentinhos de leite todos, falava "axim", andava-se a rebolar pelo chão,a sujar-se toda, a brincar com tudo, sempre a pedir para eu brincar com ela, a querer-me fazer mil tótós e tranças no cabelo..agora..está uma mini-adulta. Com o seu telemóvelzinho cor-de-rosa.. as suas conversas privadas que já nem eu posso saber, as roupas XPTO! LOL Aproveita ao máximo! Vais AMAR acompanhar o crescimento da tua menina :) *

    ResponderEliminar
  7. Ah.. e antes era assim "tia vou-te contar uma coisa mas não podes mesmo contar a ninguém ok?!"..agora é assim..eu:"Então Bia conta coisas á tia..namorados?"..."ohhh tiaaaaa cala-teeeee não tenho, não interessa" e muda de assunto :| Disso tenho saudades..

    ResponderEliminar
  8. Mafalda: crescem mesmo rápido. A Rita deixa de aparecer dois dias eu já acho que deu um "pulo"! E ficamos assim, meio felizes meio tristes porque queremos que eles cresçam e sejam saudáveis e felizes mas também sabemos que há coisas que vão desaparecer e nunca mais vão voltar.
    Tua sobrinha já está numa idade bem diferente, daqui a pouco já não vai querer beijinhos e abraços, sabes como é, também fomos assim! :)
    Aproveita tudo!!

    ResponderEliminar