Padre Vidinha e a minha idoneidade

Ontem sempre tive o meu encontro com o Sr. padre da minha paróquia!
O padre que aparece em quase todas as fotos de casamentos, baptizados e comunhões de tudo o que é paroquiano cá da terra está envelhecido. Pudera! Eu própria julguei que ele já estivesse no lar ao tempo e o novo padre já tivesse assumido o cargo. Mas o homem está para durar.
Sempre foi um padre com muito má reputação. Era antipático, arrogante, altivo e mau-feitio. Quis que, com a velhice, se tornasse uma pessoa mais afável. Ele próprio dizia ontem que sabia que as pessoas falavam mal dele e que, como ser humano que era, também tinha um lado mau, mas não tão mau como o pintavam. Pois...!
De sorrisos arreganhados e com a cara mais inocente que conseguíamos, lá estava eu e a minha irmã frente ao padre para pedir a minha declaração de idoneidade! "Tem cara de boa pessoa, mas sabe como é, quem vê caras...!" - dizia-me ele! E a quem diz ele uma coisa dessas! Mas a conversa até foi pacata e serena, com aqueles típicos sermões à mistura, da juventude (onde ela já vai), do comportamento humano, do casamento...e nós sempre de tacha arreganhada porque era fundamental aquele papelinho assinado por ele para que minha idoneidade ficasse registada!! Abanávamos a cabeça sempre a concordar, queríamos que a injecção fosse rápida para irmos embora depressa. E lá teve ele que conversar um bocado comigo, conhecer "quem estava à frente dele" para saber se era boa pessoa ou não. Tomáramos nós que meia dúzia de minutos fosse suficiente para sabermos semelhante coisa Sr. padre! Tomáramos nós!!
- É solteira não é?- pergunta-me ele.
- Sou sim...
- Mas tem algum namorado, namorico ou coisa do género?
- Não! Cof...
- Pode-me dizer!! Sou padre mas ficarei feliz por si!! Mas percebi logo que não era casada...Tem um ar leve e alegre!! Vejo que não carrega o peso do casamento e o seu ar jovem demonstra que ainda não viveu as alegrias da maternidade!
Aaaaahhh...vai masé p'o raio que ta parta! Não o disse, mas apeteceu-me dizer! Podia até ser um assunto sensível, ora essa!!
- Também ainda é nova, tem tempo para essas coisas! Que idade tem?
- Farei 30 este ano!
- Ah, mas não parece! Não lhe daria mais de 25! 
E foi aí que me apaixonei pelo Sr Padre! Não, brincadeira! Mas foi simpático da parte dele! Vai arder no inferno por mentir ou a cunha que tem com o de lá de cima permite-lhe mandar estes piropos sem penalização!
Depois foi a vez da minha irmã, coitadinha, levar a lição de moral por ainda não ter casado pela igreja. Ela só anuía, nada mais, o que me dava uma imensa vontade de rir pois sei bem a opinião dela em relação ao casamento religioso. "Um dia, quem sabe Sr. Padre!!", respondia-lhe ela. E numa tentativa de convencimento extremo diz-lhe o padre que até lhe oferece uma garrafa de vinho do Porto do bom!! Eu nem pensaria duas vezes, agarrava logo no home e ia à igreja para buscar a garrafa! Mas cada um sabe de si!
E a melhor parte é que saímos de lá com uma valente dor nas bochechas de tanto sorrir, com a minha declaração de idoneidade assinada (deveria ter tirado uma cópia para futuras dúvidas) e sem pagar nada!! Ele não falou em valores e nós, como não queríamos ofender a santa igreja, também não falamos em dinheiro.  Afinal de contas, eu pelo menos, sou idónea! 

2 comentários: