Quando a mulher é mais velha

Os tempos são outros, muitos hábitos mudaram, muitos valores também e com eles a forma de ver a vida. O tema não é, em nada, novidade, aos anos que mulheres mais velhas se relacionam com homens mais novos, contudo, é um tema que me prende um pouco e um terreno frágil. Será mesmo possível e viável uma relação em que a mulher é mais velha que o homem, vamos apontar, uns 10 anos? O contrário não me faz confusão. Tenho uma veia conservadora que cria a imagem do homem como alguém protector e um sério caso de 'daddy issues', por isso entendo o relacionamento da mulher com um parceiro mais velho como algo mais 'natural'. É errado, eu consigo ter uma certa noção disso, mas são estruturas, valores que me definem. Talvez por isso veja com alguma dificuldade algo dar certo quando a mulher é mais velha. Se conhecer alguém bem mais novo, mesmo que interessante, crio imediatamente um bloqueio, uma barreira e retiro qualquer possibilidade de avançar em algo mais.
Será que ainda se verifica assim uma disparidade tão grande de amadurecimento que justifique meu argumento? Será ainda normal que se associe a protecção a alguém mais velho ou é desadequado aos tempos que correm?
Infelizmente são raros os casos que tenho conhecimento daí não ter uma noção mais realista e mais ajustada. Tudo gira em torno de uma ideia que me foi imposta, de algo que sempre considerei como normal, a norma, a regra. Lembro-me de ter tido uns flaches deste assunto ainda em adolescente e achar que determinado casal era 'muito à frente'. O certo é que eu é que fui ficando muito 'atrás' no tema. Mas fico na dúvida se algo assim também se altera como todas as outras estruturas se têm vindo a alterar. Falamos de diferenças de crescimento, de amadurecimento, de comportamento. Não sei até que ponto isso tenha vindo a sofrer algum desvio e o que me ensinaram sobre as meninas e os meninos já ser um conceito ultrapassado. Ou então, a partir de que idade podemos considerar que homem e mulher atingiram um igual patamar onde se encontram ideais, vivências, experiências, objectivos que tornem a diferença de idades apenas um número? E será que isto que acabei de escrever existe e faz sentido?

5 comentários:

  1. Também não conheço nenhum casal assim. Mas sim, é mais fácil aceitar a normalidade de uma relação em que seja ele o mais velho. Embora aceite, com alguma facilidade e sem grandes espantos relações com diferenças de idade, de facto, é mais comum quando o mais velho é ele. Se calhar estou a ser bota de elástico.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois, é isso que também penso de mim, um pouco bota de elástico. Mas as referências são estas... para nos habituarmos a algo diferente convém conviver com a diferença.

      Eliminar
  2. Dantes tinha problemas com isso em relação a mim, achava sempre que mais novo seria um miúdo, mas na minha família aconteceu em alguns casos e com amigas também. Acho que agora encaro tudo com muita naturalidade. Existem miúdos bem mais novos que eu que são bem mais maduros que eu...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É a falta de exemplos, por perto, que faz-me continuar no mesmo registo. Tens tantas pessoas nessa situaçao, não estava a contar. Será que a zona geográfica tem alguma coisa a ver?

      Eliminar
    2. Castelo Branco, Beja e Lisboa... ;) Se calhar também posso ser que fico mais infantil com a idade, mas a verdade é que agora vejo pessoas mais novas a descutir política mundial, livros e filmes com bem mais maturidade que eu. É ires dando oportunidade ;)

      Eliminar