O fim-de-semana de festa

Foi um fim-de-semana inesquecível. Momentos como há muito não tinha de descontracção, de alegria e até mesmo de liberdade!


Depois de muito pensar e para não haver mais preocupações a P.e eu decidimos ir de comboio até Faro ter com o D. Chegamos lá com o rabiote quadrado é certo, são mais de 5h de viagem, mas sabíamos que estaríamos rumo à paz e às mini-mini-férias a que nos propusemos, longe de tudo e de todos. "As preocupações ficariam no norte", foi o que ficou combinado. E assim aconteceu!


Não conhecíamos ninguém mas isso não foi problema, havia carinho para todos e sentimos-nos parte do grupo. 
Depois de uma noite na qual a insónia pegou-me forte e apenas dormi uma hora (nunca vi tanta tv de uma só vez!!), Sábado fomos até à Ilha do Farol, carregados com o farnel para a noite e com os sacos-cama. Seria a aventura de dormirmos na praia. Eramos muitos. A viagem no barco foi sensacional, relaxante, rodeada de uma paisagem fantástica e a alegria de estarmos todos juntos.



Estendidos no areal, a noite começou a chegar e com ela o frio. Algum receio de passarmos a noite ao relento para o que faziam a experiência pela primeira vez. Nada como colocar uma música e zumbar na areia para aquecer. A P. lá nos ensina uns passos de zumba e o frio já não é companhia.


Quando a fome ataca no grupo vamos até À do João. Mesmo depois de comer umas sandes nada como uma sopa para aquecer a alma e prepararmos-nos para ir para a praia. Enquanto a malta continua na festa e nos comes intermináveis, eu, a P. e o D. vamos dando uma volta. Algum receio do frio faz-nos hesitar em continuar lá, mas quis o destino que a noite fosse mesmo passada ali, debaixo de um céu estrelado magnífico. Adoro um céu como aquele que vi em Faro! E ainda conseguimos ver algumas estrelas cadentes. Que noite! Fechados os sacos-cama estamos prontos para tentar dormitar, mas a noite convida à gargalhada e à boa-disposição. Repetia cada segundo daquela noite! 
Assim que amanhece fico maravilhada com o que vejo. Uma praia linda, iluminada pelos primeiros raios de sol, um mar calmo, uma brisa fresca, e montes de pessoas embrulhadas nos seus sacos-cama longe de acordar.


Mas nós não poderíamos ficar lá mais tempo, teríamos de apanhar o barco de retorno para termos tempo de preparar a viagem de regresso ao norte. Valeu-nos a corrida do D. até ao barco senão ficaríamos mesmo a ver navios. Como pessoa matinal que sou, adorei aquele passeio de barco logo pela manhã. Que sensação relaxante, que bem-estar.


E depois de um óptimo almoço la seguimos para a estação e feitas as despedidas entramos no comboio que nos trouxe de novo a casa. 
"Seria tão bom estarmos antes a chegar a Faro!" foi o pensamento comum quando eu e P. chegamos à estação de Campanhã. Tinha terminado a nossa aventura. Mas como é habito, tudo o que é bom termina depressa. Ficam as recordações dos excelentes momentos passados e a vontade de que mais aventuras nos surjam.

Resta-me agradecer ao D. pelo convite e pelo carinho com que nos recebeu e acolheu no seu meio. Esteve tudo excelente! Obrigada.

4 comentários:

  1. Ei que aventura espectacular!!!
    http://atulipaazul.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  2. Quem agradece sou eu!! Fazer convites é fácil, o mais difícil fizeram vocês! =) Adorei e agradeço a visita, a companhia, os sorrisos, as palavras, os momentos e tudo mais!
    Agora é a minha vez ;)

    ResponderEliminar