Irra, noites malditas!!!

Esta noite tive um sonho demasiado incómodo, facto que já não é novidade alguma. As minhas noites já não são muito fáceis, sono muito leve, demasiada actividade cerebral e sonhos constantes. O mais desagradável é quando minha mente faz questão de trazer ao de cima questões que durante o dia prefiro fazer de conta que não existem ou trata-las de forma desprezível. Bem sei que para resolver esta situação logo de uma vez teria que encarar esses "problemas" de frente e seguir calmamente minha vida, mas alguns assuntos, como o caso do sonho em questão e a sua temática, não têm forma de resolução mesmo que confrontados olhos nos olhos.

Estou mesmo a precisar de fazer uma substituição mental!!! Mesmo!!! Tenho de arranjar uma nova "imagem" e novos motivos para passar a ter noites (e melhor ainda, dias) mais produtivas e agradáveis e deixar de acordar com este aperto no coração, nó no estomago e sensação de vazio, para além de um enorme desconsolo por uma noite desperdiçada numa cama tão boa!

Fico com alguma pena que determinados assuntos tenham uma resolução tão definitiva ainda que a mais acertada e correcta. Mexem comigo de uma forma que não consigo verbalizar. Apenas tenho uma noção de que o tempo passou tão rápido e eu andei meio que adormecida e nem apercebi-me do que vivenciei, do que aproveitei e do que desperdicei. Não gosto de saudosismos, apesar de repeti-lo com alguma frequência, nem tão pouco gosto de arrepender-me de qualquer decisão tomada no passado, mas tem dias que, na verdade, dava imensa coisa para voltar atrás e aproveitar nem que fosse mais um dia...

É este o resultado de sonhos indesejados!!! Irra!!!
Xô coisa do dêmo!!!

Sem comentários:

Enviar um comentário