Escapes da mente

O céu hoje está negro, feio, tristonho! O tempo convida ao retiro no meu canto, descontraída, relaxada, longe de tudo e mais perto de mim.
A chuva que cai suavemente leva o meu pensamento para outras paragens, outros caminhos, outras presenças.
Está o clima perfeito para um serão a dois, uma boa companhia, uma boa conversa, uns momentos de partilha, de romance, de boa-disposição, de cumplicidade.
Não quero preocupar-me hoje, nem amanhã. Quero gozar a minha existência com o que tiver de ser, com o presente que fui construindo ao longo destes anos, que mesmo mais solitário e sem rumo, é a minha vida, é quem eu sou.
Não haverá serão a dois...não hoje, mas quem sabe num amanhã. Hoje, por enquanto, estou comigo.

3 comentários:

  1. estar connosco próprios, também faz muito bem.

    ResponderEliminar
  2. Muitas vezes, mais vale estar só...que mal acompanhado...

    De qualquer forma não feches o coração... :))

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Leila: claro que faz! O problema é quandos habituamos...

    TouroCeptico: mais vale, é verdade! Fechado não está mas já esteve mais receptível!

    ResponderEliminar