Provocadores

Eu gosto de uma boa provocação.
Admito que gosto quando eles são atrevidotes e envolvem em palavras de sedução e algum erotismo!
Mas tem que ser tudo q.b., nada de vulgaridades!
Quando vêm com aquelas típicas conversas de engate perdem logo a piadinha toda mas aqueles que têm o dom da palavra, têm um bom timming, que usam charme e uma boa dose de romantismo...gosto!

E para minha surpresa, ainda existem homens românticos...

17 comentários:

  1. existir, existe .. mas só nos fazem sofrer.

    ResponderEliminar
  2. Oh...não é nada! Um dia vais surpreender-te!

    ResponderEliminar
  3. Surpresa? Talvez não. Há é muitos homens que evitam expor os seus sentimentos, falar abertamente de amor ou ter aquelas atitudes ligadas ao cavalheirismo, devido a uma sociedade ainda muito dada a preconceitos, catalogando-os logo de pirosos ou colocando em causa a sua masculinidade. A rudeza dos homens é muitas vezes como uma máscara, uma concha que geralmente vai abaixo logo depois de algum desgosto amoroso (e aí a Sílvia tem razão, pois muitos dos amores fazem-nos sofrer. Mas de que vale uma vida segura e sem sofrimentos se não arriscarmos a amar?). Da mesma forma raramente encontramos mulheres que evidenciem o seu lado feminino e essa virtude romântica. Mas eu acredito que existem.

    ResponderEliminar
  4. Concordo que ainda existam muitos homens que escondem essa faceta perante o preconceito. Ficamos é a perder, pois é uma faceta que gostamos de encontrar num homem.
    No entanto, não acho que seja bom que, apenas perante um desgosto amoroso, o homem deixe transparecer uma faceta mais sensível. Aliás, alguns levam-me a crer, que perante a mágoa, ficam mais rudes ainda.
    Que o amor faz sofrer todos nós sabemos. Não posso é concordar quando a Sílvia diz que eles "só" nos fazem sofrer! Não. Também nos fazem sorrir, amar e sentirmo-nos especiais. O amor é isso mesmo. A dualidade existirá sempre e para tudo! Se fossemos por aí, a mulher, nestes anos todos que já sofreu, não seria um ser sensível e romantico como é. E aqui demonstro minha surpresa, novamente, ao achares ser raro encontrar uma mulher assim...Andam aí aos pontapés! ;)

    ResponderEliminar
  5. Existir existem... Mas ou são raros ou escondem-se muito bem :)

    Bjx

    ResponderEliminar
  6. o problema é que a linha que separa uma situação da outra é tão ténue..

    ResponderEliminar
  7. Tenho andado um bocado distraído ou então cego por um desses amores sofridos que nos conduzem para o abismo e que não nos deixam ver nada ao nosso redor. Vou passar a ter mais atenção, prometo. E se apanhar algum pontapé, já sei!

    ResponderEliminar
  8. Aninhas: começo a acreditar que escondem-se muito bem, o que é uma pena!

    Siceramente: nos homens concordo! Nas mulheres já acho que é mais evidente a sua faceta romântica.

    Miguel: desses amores também percebo e olha que é verdade, conduzem-nos a um estado de cegueira complicado e tudo à nossa volta ou desaparece ou perde o brilho. Mas presta atenção, deixa a névoa dissipar-se e vais ver que tem pessoas que valem a pena.

    ResponderEliminar
  9. Eu gosto de provocação estando envolvida com uma pessoa em particular, entre os dois.

    No geral, detesto provocações, sejam elas vulgares ou sedutoras.

    *

    ResponderEliminar
  10. Essas provocações que falas são a um nível superior, sem dúvida, as melhores porque o grau de cumplicidade não tem comparação. Contudo, para chegarmos até aí, temos que passar pelas outras provocações, sejam olhares, aproximações, conversas... qualquer coisa que dê a entender que existe interesse. Senão os relacionamentos aconteceriam por milagre.

    ResponderEliminar
  11. Hoje o blogger está maluco, não me deixa comentar!

    Sim, claro que sim, mas eu acho que os olhares e aproximações assim como o interesse, fazem parte de uma química natural que se dá com pouquíssimas pessoas na vida toda. O ser-se atrevidote, as pessoas podem ser com todos. E quando essa química tem que ser provocada, para mim já é mau sinal.

    ResponderEliminar
  12. confesso que nunca tive muito jeito para o galanteio fácil...onde não me reconheço..e talvez devido à minha infância, onde o facto de ser mais calado e envergonhado, sempre me inibiu. Ai a idade ajudou-me, e hoje reconheço que a maturidade é uma mais valia nesta matéria. Curiosamente, apercebi-me que a minha forma de ser, genuina e respeitador das mulheres....era a melhor técnica de sedução possivel!!
    Como é bom seduzir e ser seduzido (hà sedução sem romantismo??)...desde que haja genuinidade, sinceridade....as expectativas crescem na mesma proporção...não temendo o curso natural dos acontecimentos.

    Gostei do Post!

    ResponderEliminar
  13. TouroCeptico: e eu gostei muito da resposta.
    A maturidade ajuda-nos a ver o galenteio com outros olhos, ou pelo menos deveria ajudar.
    Alguns poderão ter percebido que, ao falar de provocações, estaria a falar de engate, algo sem charme nem brilho. Nada disso. Creio que entendeste-me bem.
    Quando somos genuinos e respeitadores, quando sabemos dar um pouco de nós à arte de sedução sem fachadas nem máscaras que, tarde ou cedo, acabam por cair, conseguimos dar-nos a oportunidade de conhecer pessoas interessantes e, como dizes, sem temer o curso natural dos acontecimentos.
    Quando feito dessa forma, mais que não seja, acabamos o dia com um sorriso.

    ResponderEliminar
  14. Charme, romantismo, delicadeza, carinho. . . combinações perfeitas!!

    beijinhos amiga

    ResponderEliminar
  15. Olá (:
    Vimos por este meio (xD) informar que criamos um blog, tendo como nome (As crónicas inteligentes de Daniela e Sílvia), que consiste em falar sobre todos os temas da actualidade dando a nossa própria critica/opinião.
    Contamos contigo para nos ajudar a evoluir o blog e também a dar a tua opinão.
    Se quiseres, podes sempre seguir.
    Muito obrigado.
    Beijinhos.
    Ass: Sílvia

    ResponderEliminar
  16. Galanteio e romantismo for dummies tinha-me dado um jeitão mas esses livros já apareceram noutra geração.

    ResponderEliminar
  17. Sacas da net, pode ser que ainda dê jeito! :)

    ResponderEliminar