Parabéns para o B...

Ele hoje faz anos. Pensei neste dia fazer um post dedicado a ele por ser o seu dia, alguma coisa especial para recorda-lo. Reflecti melhor e creio não haver razão alguma para o fazer (a não ser torturar-me!)
Até este dia chegar estive nervosa, afinal é o primeiro aniversário em que não estou presente, em que não sou namorada dele para lhe dar aquele miminho especial, e hoje, pelo estado de ansiedade, mais uma vez, sonhei com ele. Para variar, no sonho estavamos bem, felizes, juntos...mais um acordar meio esquisito! Pois apesar de sentir saudade, estarmos juntos não é o que desejo. Tem alturas em que me lembro de como era bom te-lo ao meu lado, como nos inícios eramos divertidos, unidos e alegres, como era bom o seu abraço, o beijo, como era bom ter alguém por perto, meu cúmplice, meu amigo, mas depois recordo tudo o que passei, a luta que travei, a distância no olhar e sei que ficamos melhor assim.
É um dia especial, que mexe comigo mas que pensei que fosse ser mais difícil. Já enviei minha sms logo de manhã a desejar os parabéns e meia cruz já me saiu das costas. Custa-me ter que dizer seja o que fôr e a ele também sei que custa receber e mesmo responder (pois ele gosta do seu mundo de silêncio) mas não dar os parabéns deixar-me-ia de consciência pesada, a pensar se o teria magoado, se ele ficaria a pensar mal de mim...fiz a minha parte.
Não vou dedicar-lhe nenhum post porque não é preciso, porque não há motivo, porque reservo minhas palavras carinhosas para alguém que um dia as queira e mereça ouvir. Porque não há necessidade de massacrar-me ainda mais com lembranças e recordações que têm um lugar reservado, especial mas que é nesse lugar que devem estar e não serem trazidas à tona.
A ele, desejo-lhe um feliz aniversário, apesar de saber o quanto ele detesta este dia (e qualquer outra festividade!!). Merece atingir todos os objectivos pelos quais tem lutado arduamente e pelos quais abdica da sua própria vida.
Parabéns B.

21 comentários:

  1. Sílvia, não te conheço, não sei de nada, mas se quiseres pensar nisto: se ainda te custa a ti e a ele, não há hipótese de voltarem? Parabéns a ele.

    ResponderEliminar
  2. Lia: hipótese alguma para ambas as partes. Durante muito tempo desejei o regresso mas é melhor assim mesmo. Obrigada :)

    ResponderEliminar
  3. Cada caso é um caso e ninguém melhor do que as pessoas envolvidas para conhecerem os seus meandros e o acerto das suas decisões, mas eu compreendo perfeitamente essa dúvida entre o enviar ou não os parabéns e essa falta quantas vezes mais do que das pessoas dos afectos que a uma relação a dois são inerentes, como um abraço, um beijo, uma palavra que seja. Há sempre um amanhã melhor para a pessoa que acredita. Bjs.

    ResponderEliminar
  4. Daqui a 3 meses estou como tu.
    Odeio estes dias que nos lembram o "ex" :(

    ResponderEliminar
  5. Miguel: é mesmo isso, nunca conseguiremos transmitir o que vivenciamos tanto de bom como de mau.
    Em caso de dúvida segui o coração!
    Fica a saudade mas acredito sim num hoje e num amanhã bom, alegre.
    O amor fará parte da minha vida outra vez!

    Sílvia: daqui a tres meses o que sentes agora estará mais suavezinho...acredita que tudo passa!

    ResponderEliminar
  6. Parece-me que é pena, Sílvia, mas o tempo ajuda também.
    :*

    ResponderEliminar
  7. Não querendo ser do contra, parece-me que este post acaba por ser para ele... O que não é mau, longe de mim dizer isso até porque passei pelo mesmo e hoje depois de muitos posts posso viver o dia de aniversário dela como outro dia qualquer, óbvio que dando-lhe sempre os parabéns.

    Para o ano será certamente diferente, vais ver que a nostalgia será um pouco diferente.

    Um bom dia para ti!! :)

    ResponderEliminar
  8. ^Pois, só que até lá, passa o dia de mais um mês de namoro .. passa o dia dos namorados, passa os anos da mãe, passa o dia em que fazíamos 2 anos de namoro e chega os anos dele.
    Eh pah, que tristeza :(

    ResponderEliminar
  9. Um gajo qualquer: sim, acaba por ser também para ele, apenas não lhe dedico um post carinhoso e saudoso como tinha pensado em fazer.
    Tenho percepção que com o tempo tudo está a melhorar, também já faz quase um ano.
    Um bom dia também para ti.

    Sílvia: eh rapariga, tantos dias que celebras! Acho que assim também te torturas. Tens que fazer uma selecção daquilo que realmente vale a pena recordar e fazer luto.

    ResponderEliminar
  10. Parabéns a ele...
    E a ti por teres a força suficiente para ultrapassar todos os obstáculos!
    Beijinhos

    Ps: Ontem não te vi pah! Ai ai...

    ResponderEliminar
  11. Obrigada!
    Mas passei lá à porta, ainda não tinhas chegado e as pessoas que lá estavam não foram suficientes para me fazer sair do carro :D
    Fui para casa ver novela :p

    ResponderEliminar
  12. Como te compreendo...
    Mas é bom recordar, apenas significa que o tempo que passou não foi em vão, que coisas bonitas aconteceram e que elas se vão manter na tua memória para sempre, mesmo que esse tempo tenha chegado a um ponto final.
    Beijinho

    ResponderEliminar
  13. loxodonta: também quero pensar assim, que o tempo não foi eprdido e que aconteceram coisas boas de recordar, mas quando nos magoam fica difícil lembrar disso.

    ResponderEliminar
  14. Muito estômago, eu não teria esse cuidado.

    ResponderEliminar
  15. Mesmo assim... admiro-te por isso eu não era capaz, mesmo não tendo conhecimento da maneira que escreves sinto que estarias ainda magoada, pensar em dar os parabéns... és um doce.

    ResponderEliminar
  16. Poderás ter reparado num post mais à frente em que digo que dei os parabéns ao vento porque ele tinha mudado de numero de tlm e não avisou...

    ResponderEliminar
  17. Se calhar foi o "melhor" que podia ter acontecido, talvez isso te tenha libertado da "obrigação" para ti mesmo.

    ResponderEliminar
  18. Sim! Entretanto ele quis dar-me o novo numero mas não fazia mais sentido te-lo. Não tenho contacto! Foi bem melhor assim, segui em frente cm queria!

    ResponderEliminar