Fui vítima de furto...

Eu..Sílvia Maria, humilde moça do povo, que é incapaz de matar uma aranha, seres que criam em mim uma certa repulsa mas que na mesma assim encaminho para a saida mais próxima e contrária à minha, fui vítima de furto. Sim, leram bem, não cometi erro...fiquei forçadamente desprovida de um objecto de valor monetário e sentimental adquirido com suor do meu trabalho. Ok, não suo muito porque trabalho todo o dia sentada, mas requer esforço e dedicação e não é nada bem recompensado!
Por aconselhamento legal (dá sempre aquele ar escrever isto) não vou expor o acontecimento, pelo menos por enquanto, mas digo desde já que estou de rastos, deveras sentida com a humanidade. Minha fé já estava um bocadinho abalada desde que tomei noção que a minha vida é rodeada por pessoas ainda mais desvairadas do que eu, e a todo o momento sou presenteada com novidades que me deixam a vibrar (sim..tu, oh skinhead dos alucinogénicos...ainda estou para descobrir o que isso queria dizer). Sou uma jovem, em tenra idade, vocês amigos não riem, nunca tinha sido vítima de uma coisa deste género nem tão pouco tinha tido necessidade de escrever uma reclamação. È verdade, pela primeira vez nos meus 27 anos de minha vida, escrevi num Livro de Reclamações. E enganei-me no sítio onde por o meu nome e precisei de uma nova folha...pormenores!

HUMANIDADE...SE CONTINUAS ASSIM VOU TER QUE ME CHATEAR...AI VOU VOU!
BÁ!! OH TU, DEVOLVE QUE NÃO SÃO TEUS OBLÁ E DE CERTEZA QUE NEM TE VÃO FICAR NADA BEM!!

SÃO UNS ÓCULOS DE SOL D&G AQUI PÁ MENINA Ò FAXAVOR!!

2 comentários:

  1. Reclamações, já vi como elas morderam uma vez tb. Foi no Bricomarché ou lá como se chama. Sem muitos pormenores tb me enganei na morada e tive que usar outra página xD ri-me tanto com o teu post! xD Vale esse senso de humor para combater essa terrivel perda!*

    Beijinhooo***

    ResponderEliminar
  2. Epá se precisares de um advogado que te faça uma queixa crime como deve sser...:p LOOOL.

    Beijinho

    ResponderEliminar