Fui cobarde

Lamento, serio que sim. Tinha intenção de fazer-te sentir que magoaste-me mas não queria chegar ao ponto que cheguei e o remorso come-me por dentro.
Lamento mesmo por ter achado que por não entenderes terias de fazê-lo da pior maneira e descarreguei em ti o monstrinho que vive dentro de mim.
Há palavras e actos que, como o povo diz, são como a flecha que depois de lançada não regressa e não posso voltar atrás no tempo para respirar fundo e esperar que a calma resolva.
A tristeza hoje é um estado de espírito mais acentuado.
Lamento.

4 comentários:

  1. Infelizmente, em algumas situações, descobrimos que os nossos limites vão bem mais além do que pensávamos.
    Compreendo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Infelizmente acontece sempre com quem não devemos :/

      Eliminar
  2. Sílvia, apenas acontece. E tudo o que acontece tem uma razão de ser, por estúpida que seja...
    E em algumas delas, com o tempo, até se aplica a expressão "Forgiven not Forgotten" :)

    ResponderEliminar