O Silêncio

Há milénios que os homens fazem barulho para encobrir o silêncio que há em si.
Há milénios que batucam, cantam, dançam para evocarem forças superiores a si próprios, para terem apoio...para fugirem de si, do seu próprio silêncio.
O silêncio interior é tão profundo quanto o silêncio do deserto. Mais profundo, mais denso, mais sepulcral.
Dizem que o silêncio interior é o mais difícil de suportar. O homem tenta, às vezes, mas na maior parte desiste. Não aguenta e vai, foge.
Segue em frente para novas aventuras, sempre para fora de si próprio.
O silêncio serve para se ouvir. O barulho serve para nos calarmos.
Só quem ouve é quem sabe.
Só quem sabe é quem intui.
Só quem intui é que sente.
Só quem sente é que vive.

Alexandra Solnado

4 comentários:

  1. O mal, muitas das vezes, é falarmos quando deviamos estar calados, e calarmos quando o que precisamos é mesmo de falar...
    No entanto, considero sem qualquer dúvida, o silêncio um grande aliado essencial.

    ResponderEliminar
  2. A tipa escreve bem... este texto é tao bom q até chateia. Vou sentindo... em silencio...
    Bj.
    P

    ResponderEliminar
  3. Elisabete: sei bem o que é isso, já falei muito quando deveria ter estado calada e quando devia ter falado remeti-me ao silencio...sabes que mais? Grande erro...pessoas, momentos são perdidos assim.
    Mas no final, consegui fazer o que o texto diz...ouvir-me. Finalmente ganhei coragem para ouvir-me e acredita que é verdadeiramente assustador! Já não fujo mais do meu silêncio!

    P: Obrigada pela visita, espero que passes aqui mais vezes.
    Por acaso os textos são bons para reflectir. Quase sempre me identifico com os escritos dela. Como dizes, vamos sentindo, em silêncio...vamos vivendo!

    ResponderEliminar
  4. Acho interessante falar. É o melhor meio de comunicação. Sentimos e passamos nossas emoções aos nossos interlocutores. Transmitimos uma notícia conforme nós a sentimos, ou seja, conforme nosso estado de espírito. Eu adoro pessoas que falam bastante. Olho nos olhos delas quando falam e percebo a riqueza de detalhes emitidos. Claro que prefiro assuntos otimistas, mas o comunicar-se falando é muito prazeiroso.( Como se diz aqui no Brasil, SEU BLOG É 10 !). Beijos.

    ResponderEliminar