A verdade dos sentimentos

"Gosto de ti", era o que gostaria de repetidas vezes dizer-te ao ouvido ou olhos nos olhos. Talvez seja um erro escrevê-lo mas é o que sinto e como com todas as coisas que sinto eu exteriorizo pela minha escrita. Está aqui em palavras unidas por um mesmo objectivo, apenas falar, apenas dar a conhecer que no meio de coisas que separam, no meio de coisas que impedem, o que sinto não desaparece nem se esconde, antes pelo contrário, tenta encontrar-te mais depressa para que não me fujas, para que não te escondas de mim.
Mesmo sendo palavras que ecoam no silêncio elas existem presas a um sentimento real, verdadeiro, de vontade de ter-te perto, de ter-te simplesmente por ter-te, de querer-te por seres tu.
Talvez se o vivesses o sentisses, o tivesses em ti como eu o tenho e se conseguisses entende-lo na sua forma mais simples o prendesses em ti. Pode não ser dos melhores do mundo, ou o mais bonito, ou o mais atraente, pode não ser a historia encantada mas é algo meu, de mim para ti e só por isso mais ninguém o tem.