À falta de conversar

Então é assim. Por estes lados vai uma montanha russa que Deus me valha. Se há coisas que parecem correr na perfeição outras deixam-me com um nó no estômago que só espero mesmo que tudo passe rápido (se passar).

A solidão ataca, como sempre, e não consigo deixar de me culpar pela minha ausência e porque cada vez mais acho mesmo que sou má pessoa (um texto a desenvolver mais tarde). O que se avizinha aí são tempos mais conturbados e confesso que um abraço e umas palavras de conforto iriam ajudar bastante para ultrapassar esta porra toda sem me sentir no vazio. Mas como muita gente afirma convictamente "não se pode ter tudo". Mas odeio, odeio mesmo esta sensação de que só comigo é que posso contar, que há sempre alguém a empurrar para baixo, a desmotivar, a fazer as coisas de forma que mais parece que passam a perna e isto tudo quando inclusive se passa dentro de portas fica um bocadinho de nada difícil de aceitar.
A proximidade das festividades e do Natal também ajudam a que este sentimento de solidão se acentue. Eu sei que já houve uma altura qualquer na minha vida que gostei do mês de Dezembro, pelo Natal e pelo meu aniversário, mas não sei em que momento é que isso deixou de ser e esta passou a ser uma época que rezo para que passe depressa. Avante, tenho de levar com estas coisas e não me adianta deitar no chão e espernear que as datas vão chegar e vão, nada a fazer.

Contas à vida, está a ser um final de ano pautado por mudanças, preocupações e garantidamente muitas despesas. Estou a tentar não deixar que isso me afecte mas que me está a dar nos nervitos isso está principalmente quando há coisas que já estavam arrumadas e apenas por idiotice de outros regressam para me atormentar. E neste momento só peço mesmo que melhores momentos cheguem e me aconcheguem, que cenários construídos na minha mente passem para o real, que a vida se torne mais clara e que aquelas duas coisitas que me faltam para um happy ending de 2011 me surpreendam nem que seja por uma pequena esperança que possam mesmo concretizar-te em tempos próximos.

5 comentários:

  1. Desejo-te toda a sorte do mundo para que isso aconteça! Um beijinho *

    ResponderEliminar
  2. E que toda essa sorte te seja retribuída em dobro! :)
    Beijinho

    ResponderEliminar
  3. Pensamento positivo que o resto vem depois. Beijos. :))

    ResponderEliminar
  4. Amor meu, não vejas as mudanças que te estão a acontecer como algo mau! Já reparei que não andas bem, que algo te atormenta, mas não deixes que isso te aconteça!
    Se pensares bem, apenas te está a surgir aquilo que pedis-te durante tanto tempo...E sim, vai correr tudo bem! Se não correr, foi uma experiência como outra qualquer! :)
    Força!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  5. Waterfall: tudo passa! :)
    Beijos

    Elisabete: nem são as mudanças que me afectam são despesas que surgem por idiotices provocadas por outras pessoas que me deixam chateada. O resto encaro com um ligeiro sorriso nervoso mas com fé que tudo correrá bem. ;)
    Beijinho

    ResponderEliminar