Dormir de conchinha

"...dormir abraçados exige uma harmonia de encaixes que o sono de cada um desajusta, acorda-se com um braço dormente, um cotovelo fincado nas costelas, então dizemos baixinho, reunindo toda a ternura possível, Meu amor, chega-te para lá..."

José Saramago

Descaradamente roubado da Daniela, mas com carinho!
A parte do "...chega-te para lá..." conquistou-me!

7 comentários: