Diário...de papel

Ontem decidi criar um novo tipo de diário. A fugir um pouco ao on-line e dentro das linhas daquilo que sempre gostei de fazer, coleccionar imagens e pequenos objectos, decidi fazer um diário de recortes e colagens. Nele vou colocar tudo o que encontro e que, passível de ser colado, vai constar no meu registo diário e escrever uma história. Quero para isso encontrar o caderno certo, aquele que dará início a esta jornada com data marcada para início de Dezembro, uma forma de sublinhar o início desta ideia com a minha entrada nos 30 anos. 
Vi isto de passagem num filme e recordei-me de algumas imagens que recortei e guardei durante a minha adolescência. Nem sei porque deixei isso ao abandono, talvez crescer não me tenha feito bem ao lado criativo. Vou recuperar essa minha faceta e dar largas à minha imaginação e ao meu mundo. 
Às vezes penso na quantidade de coisas que gostaria de fazer se tivesse um espaço para isso...

Sem comentários:

Enviar um comentário