Momento cartoon #6


33 comentários:

  1. Olha que giro. Já tenho algo com essa picture prepado para publicar.

    ResponderEliminar
  2. Muito legal msm rsrsr..
    beijinho e uma ótima semana!

    ResponderEliminar
  3. Gimbras: eu publiquei primeiro nã nã nã nã nã!!! :p

    ResponderEliminar
  4. Sílvia, eu estava mesmo precisando rir. Olha só a expressão facial do Moisés. "Secou a água". kkkkkkkkkk. Um carinhoso beijo e muito obrigado pela constante presença no meu bloguinho. Manoel Eduardo - Brasil.

    ResponderEliminar
  5. LOOOOOL.... a concorrência desleal é tramada! :D

    ResponderEliminar
  6. Juliana: uma óptima semana também para ti. Beijocas

    Gimbras: quero ver isso!! :p

    Blog do Óbvio: é cara de sacaninha mesmo (com o devido respeito, claro!) :D
    Já estava a estranhar a sua ausência :) obrigada

    Bloguótico: lololol, é lixado!!!

    ResponderEliminar
  7. Olha, pelo menos é mais simpático que tu...Tu dás logo com o jornal...

    ResponderEliminar
  8. Elisabete: se apanhaste com o jornal foi porque mereceste :p

    ResponderEliminar
  9. Não há nada como uma boa gargalhada logo pela manhã :D

    ResponderEliminar
  10. Dexter: é isso mesmo, boa disposição matinal :)

    Gimbras: continuo a achar que no meu ficou melhor :p
    Bato o pé...eu publiquei primeiro!!!

    ResponderEliminar
  11. Eu vi o mail com os cartoons primeiro. :P
    Foi na semana passada. Só não publiquei, porque ficámos sem net sexta-feira à tarde. Não vale.

    ResponderEliminar
  12. Gimbras: qual quê?!? Já tenho esses cartoons em minha posse faz tempo, são os meus wallpapers :)
    Não inventes desculpas, admite que tive a boa ideia primeiro que tu!!!

    P.S.: sem net?!? Não sei viver assim...quase!!!

    ResponderEliminar
  13. Hmmm... a pessoa que me enviou o mail com os desenhos já tinha pensado nesse envio desde o ano passado (bate lá esta)!

    Ficámos sem net, sexta-feira a tarde toda e segunda de manhã. E estamos numa solução provisória, enquanto a outra net não volta.

    Se podia viver sem ela? Podia. Mas não era a mesma coisa.

    Hmmm... onde já ouvi isto?

    ResponderEliminar
  14. Quem?!? Teu amigo imaginário?!?
    E se eu disser que fui eu quem desenhou os cartoons? Não?!?

    Andam a pagar-te bem pela publicidade!
    Não era a mesma coisa não...só ao fim-de-semana é que lhe dou descanso!

    Meu querido blog...

    ResponderEliminar
  15. Hmm... se foste tu que desenhaste os cartoons, então foi o teu avô que antes de ter tido a neta já os pensava enviar a mim quando os desenhasses. (E saiu uma neta simpática.)

    Os meus fim-de-semanas também têm de ser offline.

    ResponderEliminar
  16. Gimbras: daqui a pouco vais dizer, como o outro, que somos irmãos gémeos separados à nascença e que seriamos unidos pelos cartoons do meu avô não?!? :p

    Fim-de-semana é mesmo para tirar os olhinhos da net senão fico vesga!

    ResponderEliminar
  17. Não vou dizer isso, não. Porque aí ficávamos quites. (Essa do separados à nascença e unidos depois: hoje ao almoço vi uma colega com um metade duma medalha ao peito, achei tão giro. É claro que o marido tinha a outra metade.)

    Também evito a net aos fins-de-semana para me desintoxicar.

    ResponderEliminar
  18. Gimbras: pois, quites é que não! Que sentido de justiça! Queres que te ganhe eu ganho, com uma perna às costas!

    Medalha ao peito...só essa frase mata-me. Mas uma metade que junta a outra no peito do marido...meu sonho!! Que giro, que fofo!Para quando uma coisa assim na minha vida... :D
    Podia dar para pior, podia ser uma tatuagem. Não sei o que pensas mas sou contra essas "demonstrações" de amor!

    P.S.: se tiveres uma tatuagem ou uma medalha ao peito, esquece que comentei ;)

    ResponderEliminar
  19. Xiiiii... tanta ironia. Vou ali, já venho. Come on, um pouco de romantismo nessa vida. A medalha era giríssima, e encaixava na do marido. São mariquices engraçadas, nada de mais, não vejo mal nenhum nelas. Cada expressa as cenas como lhe apetece, ou sem sequer pensar muito nisso.

    Bah...!

    P.S.: Eu ganho-te, quanto apostas?

    ResponderEliminar
  20. Gimbras: xii... que fuzilamento levei agora!
    Pronto, pronto, já passou!
    Não tenho nada contra o romantismo, aliás já usei aliança e gosto muito, acho de muita cumplicidade. Mas tenho o direito de não gostar de medalhas ao pescoço ou não?!

    Achas que só por não gostar de ver correntes de prata ou ouro ao pescoço que já sou chunga e fria no amor? Não sou pessoa de extremos, pelo contrário, gosto bem do meio-termo.

    Não ganhas nada! Bem podes tentar...

    ResponderEliminar
  21. Claro que tens o direito de não gostar de medalhas (tens o direito a tudo), mas aquela era uma coisinha bem simples, nada de espalhafatoso. O mal é mesmo a ironia... :P parecia que o chunga era eu!

    E sabes que mais? Quem não curte alianças sou eu! :P http://gimbras.nofuturo.com/rapidinhas-do-mundo-de-gimbras-8

    Ainda não disseste quanto apostas...

    ResponderEliminar
  22. Oh..né nada!! Ninguém é chunga, só demonstramos opiniões divergentes.

    Já fui ver o teu link...é interessante como consegues ser tão contra as alianças e achar um adorno tão feio e piroso mas achas piada aos fios ao pescoço.
    Ainda bem que há gostos para tudo, ao menos isso.

    Se tivesses aqui no Porto dizia-te que apostava uma francesinha :) Assim não sei, como sei que vou ganhar...

    ResponderEliminar
  23. Bom, sendo que a minha colega é uma moça (em princípio) o fio, ou colar não lhe fica mal. O que eu achei engraçado é a união de ambas as partes da medalha darem numa inteira. Acho piada a essas coisas, como se fosse algo mítico que tivesse sido separado, e só quem as unisse teria a chave para um tesouro. (Claro que um homem andar com isso ao peito já é meio... mas isso são gostos. Na volta, o marido anda com a metade dele no bolso.)

    E quem te disse que eu não estou no Porto? (Não sabes onde eu estou. ;) Mas por acaso não é no Porto.)

    Então se sabes que vais ganhar, como não sabes o que apostar?

    P.S.: Nunca provei francesinhas mesmo feitas no Porto.

    ResponderEliminar
  24. Gimbras: também acho piada a essas coisas que se completam e entendo o simbolismo da coisa, mas como percebeste também, um homem com isso ao pescoço já não era muito bonito de ver.

    Sei que não estás no Porto pois num comentário no teu blog disseste que vinhas cá a cima! :p

    Não sei o que apostar porque não quero ser injusta contigo. Se calhar deixo-te decidir visto que serás tu a pagar.

    Nunca provaste francesinhas?!? TÁS MALUCO?!? Não sabes o que andas a perder...

    ResponderEliminar
  25. Loloool. Não achas isso bonito num homem, porque nunca me viste a mim. É alto style, ouve lá...! ;)

    Pago-te o que quiseres, desde que seja na minha terriola.

    Nop, nunca provei dessas feitas aí no Porto. E olha que já lá fui montes de vezes. Tenho até família lá perto.

    ResponderEliminar
  26. Gimbras: mostra lá então pode ser que te dê razão e passe a morrer de amores por fios ao pescoço. lol

    Qual é a tua terriola? Vais fazer mistério? (pelo menos admites que vais perder)

    Tens família perto? Eu não digo que daqui a pouco vamos descobrir aquilo dos gémeos?!?

    ResponderEliminar
  27. Opá, tudo, mesmo tudo, se for usado da maneira certa deixa de parecer chunga e passar a parecer charmoso e estiloso. Acredita. Basta saber como.

    A minha terriola é simples de adivinhar. É a oposta à tua. Não vale a pena dizer o nome - faz como a foto dos lábios cozidos -, ouviste? (Além disso, é referida múltiplas vezes no blog.)

    Tenho família por todo o País, e devo dizer que passei aí muitas (saudosas e espectaculares) férias de Verão.

    ;)

    ResponderEliminar
  28. Gimbras: é possível! Mas há coisas que só acredito vendo. Já te disse que estou descrente :p

    Aahhh!! Já sei qual é! Eu calo-me!! Shhhhhiu!

    TUDO aqui é espectacular e digno de sentir saudade :p

    ResponderEliminar
  29. Tenho mesmo muitas saudades. Fogo, e agora aproximava-se a altura de lá voltar. :( Era tão bom.

    Mocinha, para veres tens de me dar razões. Não é assim à maluca. Prova que mereces. :P

    ResponderEliminar
  30. Gimbras: eu percebo as saudade...é tudo porreiro!

    Está bem, está bem... ;)

    ResponderEliminar