Não somos todos iguais

"Todos diferentes mas todos iguais".
Na essência somos todos iguais mas todos somos diferentes uns dos outros. Eu não sou igual a ti nem a ninguém, talvez parecida com alguém, do mesmo jeito, com algumas características... Mas sou alguém que também aprecia a vida, do meu jeito calmo, do meu jeito descontraído na medida do possível. Não adio tudo para amanhã mas também não acredito que se não o fizer agora o bom perde-se. Não é por as coisas não acontecerem naquele segundo que nunca mais serão iguais e há tanta coisa para viver. 
Erros...quem não os comete? Cansaço, quem não sente-o de quando em vez? Não é isso que  torna-nos menos que os outros, menos divertidos, menos apaixonados pela vida, menos interessantes. Eu sou interessante, eu sou apaixonada pela vida apenas de um jeito diferente.


Talvez não seja o tipo de pessoa que num segundo decide ir até ao outro lado do mundo e pega nas coisas e vai. Talvez eu seja o tipo de pessoa que pense demasiado, que racionalize demasiado, que já tenha dado tantas cabeçadas na parede que seja normal pensar com cuidado antes de pegar na mala e seguir viagem, deixar tudo para trás. Mas viajo na mesma e com certeza com a mesma vontade e o mesmo prazer que os outros. Apenas de um jeito diferente.
Sou do tipo de pessoa que ainda pede licença... não gosto de preocupar ninguém e também tenho as minhas histórias, não sou apenas um nome com meses de vida. Eu vivo há trinta anos e nestes anos passei por tanto, por tantos traumas de tantos níveis que apeguei-me a algumas pessoas como quem apega-se à alma para viver e com calma é que consigo abrir mão disso. E por isso, para todo o lado que vou eu digo onde vou e com quem estou porque preciso de saber que quem ama-me pode ir buscar-me se eu precisar e pode proteger-me se eu precisar. Estranho? É! Mas quem já viveu o que eu vivi entende. 
Mas para muitas pessoas entender coisas destas não é fácil e até pode soar a mil desculpas, a formas de adiar a vida e deixar tudo para depois. Não é intenção deixar tudo para depois mas absorver a informação, mentalizar-me e respirar fundo naqueles segundos que preciso. O resto acontece, vai acontecendo.


3 comentários:

  1. Descobri o teu blog e posso dizer que adorei completamente! Adorei os teus textos e a tua escrita! Vou seguir sem sobras de dúvidas ;) Beijinho**
    P.S.: Cada um viaja como consegue, como a vida lhe ensinou a viajar, tudo terá o seu tempo certo e irá acontecendo com o tempo... que nunca caminharemos igual aos outros, mas que seremos sempre nós próprios: com a nossa mala, a nossa viagem, o nosso destino...a nossa história! ;)

    ResponderEliminar
  2. Estrelinha: obrigada pela visita, fico muito contente que tenhas gostado dos meus escritos.

    ResponderEliminar
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar