Posso?

Permites-me chorar até me arderem os olhos, doer-me a cabeça e o corpo e sentir-me fraca demais? Permites-me?
Permites-me sentir o que demais triste e profundo vai dentro da minha alma sem ter de continuamente engolir essa tristeza e fingir que ela não está lá quando na verdade corroí-me a cada milésimo de segundo que passa? Posso, hoje, só por hoje, dar-me ao inferno logo de uma vez para puder reerguer-me das cinzas e voltar ao que era, mais forte, mais eu? 
Preciso, oh meu Deus como preciso, de calma, de força, de coragem, de algo que limpe esta angústia, esta falsa energia que me leva a querer mexer-me quando não quero ir a lado algum, apenas aqui ficar e nada sentir...
Permites-me por agora, admitir a minha depressão com a promessa de que amanhã, caso eu volte, ser alguém a caminhar de cabeça um pouquinho mais erguida?

5 comentários:

  1. ohhs... :S o que se passa dear? Não esto u"a par" dos acontecimentos mas identificar que se tem uma depressão é meio caminho para a curar...

    ResponderEliminar
  2. Há sempre um tempo em que precisamos de espaço, de meditação, de sentir apenas. As tuas palavras traduziram tão bem o que tantas vezes sinto.

    ResponderEliminar
  3. Que tristeza tão bela. Pena é que, por ser tão bela, não deixe de ser triste. E, por ser tão triste, lembrar que profunda dor existe.

    ResponderEliminar
  4. Feliz dia internacional da mulher :)
    Beijinhos,
    Sofia

    ResponderEliminar
  5. Parabéns pelo Dia Internacional da Mulher, felicidades,


    Bjos

    ResponderEliminar