Um por um

Um por um. 
Hoje está assim, um por um, 
cada um no seu tempo, na sua cronologia decidem magoar. 
Um por um.

Um por um decidem 
que hoje é o dia de massacrar, 
de dizer asneiras, 
de torturar, 
de afastar, 
de fazer cair na real. 
Um por um.

Um por um agem como se não importasse, 
não fosse gente, 
não estivesse aqui ou apenas estou para o que convém. 
Um por um.

Um por um, 
um de cada vez, 
para depois formar uma bola ainda maior de dor, 
mágoa e ressentimento, 
um por um, 
cada um no seu canto, 
no seu mundo, no seu espaço, e à sua maneira
um por um, dizem que não sou nada.

E a um por um digo-vos obrigada.

Obrigada...

6 comentários: