Pedro Chagas Freitas

2 comentários:

  1. É a pura verdade. Porque desviamos o olhar quando este, na rua, se cruza com o de outra pessoa? Por momentos sentimo-nos como se fossemos um ladrão apanhado em flagrante, e que se ali permanecermos teremos consequências. Raramente lá ficamos. Raramente duas pessoas mantêm o olhar fixo até a outra desaparecer do raio de visão, mas se isso acontece e não houver troca de palavras a perda será ainda maior, consentida e sem um nome pelo qual reclamar.

    ResponderEliminar
  2. Concordo. Quando cruzamos com alguém e os olhares se encontram parece haver ali algo mágico a acontecer e temos mesmo necessidade de desviar o olhar para não sermos apanhados. É estranho mas engraçado ao mesmo tempo. Parece que no fundo conhecemo-nos todos e reconhecemo-nos nesse momento mas passa à medida que caminhamos...

    ResponderEliminar