Conversas de cabeceira VII

-Porque não falas comigo e me dizes aquelas coisas bonitas?
-Eu digo-te coisas bonitas?!? Hehe!
-Às vezes dizes-me!!! E eu gosto tanto quando as dizes!
-Não fazia ideias!! (sarcasmo)
-És mesmo insensível ou é uma máscara que colocas para não mostrar que afinal também te envolves?
-Que queres de mim?
-Não sei, tem alturas que me pareces mais humano do que realmente pretendes mostrar...nessas alturas sinto que poderia ter mais.
-Não te posso dar mais e no fundo sabes que o mais que te daria seria doloroso.
-Eu sei...
-Sabes como sou, conheceste esta faceta minha!
-Vou sempre pensar que qualquer coisa poderia mudar...
-Achas mesmo? Deixa-te de romantismos que isso são coisas de muitos filmes.
-Seria assim tão difícil mudar? Achas que não conseguirias?
-É contra-natura, sou eu, nasci assim. Porque achas que nos damos tão bem? Não há nada que nos unes!
-Não há nada? Mas então?
-Há algo é claro, óbvio! Tu entendes o que quero dizer!
-Não há sentimento?
-Sim...
-E já paraste para pensar que poderá ser só de tua parte?
-Xiii...não vás por aí senão perdemos o que de bom temos.
-Agora sou-me a ameaça! Credo!
-Credo não, já viste o que isso significa? Não podes misturar as coisas, pensei que soubesses disso, pensei que estaríamos no mesmo barco.
-E estamos...
-Estamos mas com objectivos diferentes...
-E daí? Não é problema meu?
-Desde que continue a ser só problema teu, estou como o outro...estás à vontade. Só não me impliques nas tuas merdas que não quero confusões. Livrei-me delas há pouco tempo.
-Fogo, que forma de te dirigires a quem já fez parte de ti...!
-Tu conheces-me, certo? Sabes como sou, até melhor do que muitos. Porque te surpreendes tanto? É o tal sentimento que te está a amolecer?
-Agora não te conheço ou entao não te via desta forma.
-Eu não sou desta forma tão bruta, mas sinto que tenho de me salvaguardar. Não estou para falar dessas tretas...
-Desculpa, eu calo-me com as minhas tretas...

3 comentários:

  1. Manda-o correr mundo...

    http://www.youtube.com/watch?v=FBjUH8nT2pg

    ResponderEliminar
  2. Vivemos a vida a aprender...
    Se a almofada é a melhor conselheira... A cabeceira é a melhor esclarecedora...

    ResponderEliminar