De olhos abertos

Li num blog uma frase muito interessante e que adequa-se bastante ao que tenho pensado nos últimos meses:

"Desconfia sempre de quem te traz um jardim no bolso. "

Não sou uma pessoa desconfiada e é de coração aberto que dou-me com as pessoas. Mas às vezes, e muitas vezes, num olhar, numa frase, num comentário ou num gesto eu sinto quando o jardim é falso e magoa-me... Tenho-me apercebido de coisas menos boas ao meu redor, pessoas falsas, interesseiras, maquiavélicas, que só pensam no seu bem-estar sem medir os meios e as consequências e apercebo-me que a amizade é um conceito tão vago nos dias que correm. E por mais que eu queira ser diferente, quem me trai a confiança, a amizade, o companheirismo ou o que quer que seja, eu não esqueço. Perdoar sim, mas não esqueço! O lugar dessas pessoas no meu coração simplesmente vai desaparecendo...
Se calhar por isso mesmo, pessoas vão e vêm!!! Só fica mesmo quem vale a pena!

2 comentários: