Aproveitar a viagem

Estou mesmo a conseguir, aos poucos, baixar o nível de exigência que tinha comigo mesma. Não deixei de ser exigente mas estou a dar uma folga ao lado mais negativo que muitas vezes colocava-me para baixo por não conseguir atingir determinado patamar.
Hoje já consegui, por exemplo, apreciar a paisagem do caminho que faço para o trabalho. Não o fazia. Ia sempre distraída nos meus pensamentos, maioritariamente nas minhas angústias, nos planos que ficavam pelo caminho, nos problemas que ainda não tinha vivido mas que sofria por antecipação. Estava, constantemente, em piloto automático.
Tudo isto está a mudar. Consegui apreciar de novo as cores, o céu, as nuvens, a beleza das árvores e com isso ter a sensação que assim posso tomar as rédeas do meu destino e torná-lo muito mais aprazível.
Estou convencida que esta mudança vai trazer até a mim o que espero, a luz que necessito para mudar a rota e seguir, com calma e prazer, até ao que sei que é para mim.
Tem alturas que os picos de ansiedade provocam certos surtos de mau-humor mas também são eles que me despertam para a minha nova missão. Hoje é um pequeno passo, amanhã outro e depois mais outro. Brevemente terei boas novidades, com toda a certeza que sim.

Sem comentários:

Enviar um comentário