Sensibiliza-me quem se preocupa com os animais como se preocupam com eles mesmos ou até mais. Rapidamente sobe na minha consideração aquela pessoa que demonstra grande afecto pelos bichanos, que os defende e os ama. Conforta-me saber que existe quem se preocupa, quem não fica indiferente, quem gosta de ajudar, quem abre as suas portas a um amigo. Se pudesse também abria, mas sou impedida. Um dia maia tarde o farei.

Existe melhor sensação que o amor incondicional que os animais demonstram? Algo melhor que um olhar com carinho?

Odeio quem maltrata, faz piadas ou ri de situações que envolvem animais. Até poderia ser uma pessoa interessante até esse ponto em que abre a grande boca e afirma algo que não deve ou faz algo que reprovo, que os amantes dos animais reprovam. Pior, quando os confrontamos pelo que acabaram de dizer ou fazer e mesmo assim sentem-se no direito de continuar, porque "eles não pensam, não percebem, não sentem"!

Existe um cão abandonado próximo de casa. Pelo sedoso, acastanhado, olhos castanhos escuros e cheios de uma ternura que só visto. Olhar para ele é ver expressões de mimo e simpatia. Adora que lhe faça, carinhos, festas...gosta de deitar seu focinho nas pernas e deixar-se estar a receber a atenção. Dorme no chão como se numa cama estivesse deitado, relaxado e confiante que as pessoas não lhe vão fazer mal. Mas já fizeram...Quem teve coragem de abandonar companheiro tão dócil, tão amigo?

Estas coisas não entendo!

29 comentários:

  1. Fui eu quem escreveu este texto? Tenho um preparado mas bem mais corrosivo.

    "Eles não pensam, não percebem, não sentem", só diz isto quem ou não pensa, não percebe ou não sente, ou quem nunca teve um animal por perto.

    Sentem, percebem e pensam mais que muitas bestas humanas.

    Confio e gosto bem mais de animais do que de pessoas. E de longe!

    ResponderEliminar
  2. Já tinha este texto em rascunho à 15 dias!! Vê lá!

    Não estou com espírito de corrosão! Escreve lá o teu, quantos mais formos, melhor!

    Concordo contigo. Os animais são bem mais inteligentes do que muitas pessoas (bestas) julgam.

    ResponderEliminar
  3. Copiona!

    És tu que tens trabalho como mulher-a-dias lá em casa e me tens lido o caderno, não és?

    Apanhei-te!

    ResponderEliminar
  4. Uma senhora forte, de avental,buço e um leve cheiro a peixe...? Não sou eu! :p

    Quem escreveu primeiro fui eu! Mais uma vez! Vitória!!

    ResponderEliminar
  5. Também não entendo quem maltratada ou abandona um animal... Não consigo conceber tal atitude na minha cabeça...

    Lá diz o ditado... Conhecesse uma pessoa pela forma como trata os animais...

    Bjx

    ResponderEliminar
  6. Há dias em que um rapaz está triste por demais para entrar em disputas com vencedoras crónicas de publicações blogárias.

    ResponderEliminar
  7. Oh...pq?? Não te quero triste, alegre Gimbras!!
    Tem piedade que estou sem inspiração para escrever...
    Mas é verdade...sempre vencedora!

    ResponderEliminar
  8. Silvia, assino em baixo das tuas palavras!completamente!

    ResponderEliminar
  9. Gimbras: onde? Onde?

    HannaH: ainda bem que ainda somos muitos a pensar assim!

    ResponderEliminar
  10. Também não percebo como podem fazer isso aos animais!

    ResponderEliminar
  11. Gimbras: lololol

    Olhos Dourados: são uns estúpidos!

    ResponderEliminar
  12. De ti... *assobio* Hã? Nada, nada. (É muita água.)

    ResponderEliminar