Elas odeiam-me!

Existem algumas questões existenciais com as quais perco tempo precioso a reflectir, outras que penso de vez enquando e algumas, felizmente em menor número, que, ou não penso ou pergunto a alguém! E se neste momento partilho convosco acho que sabem qual é a opção a que me refiro. Aqui vai:
Conheço algumas pessoas que vejo de vez enquando (e já são muitas vezes) que sei pelos olhares, comentários e demais situações que simplesmente não simpatizam com minha pessoa, pura e simplesmente porque não lhes apetece! Não faço mal a uma mosca, podem crer que é mais pura das verdades. Tenho um feitio um tanto ao quanto difícil, sou sincera, mas só quem priva comigo o conhece por isso também não é o caso. No entanto essas pessoas cismaram que não haveriam de gostar de mim sem qualquer motivo aparente, sem sequer saber se sou gorda ou magra. O mais engraçado são as amigas das amigas, e quem diz amigas diz amigos, que por simpatia vão na mesma onda, alguns deles com os quais já privei numa idade mais tenra e que inclusivé brincamos juntos.
Existe um caso em específico de uma rapariga que até consigo entender que sinta qualquer coisa esquisita em relação aqui à jovem pois é actual namorada de um ex meu, mas o odio que fomenta desde o dia em que apenas soube o meu nome é incrível arrastando consigo umas quantas ovelhas sem qualquer ponta de vontade própria e discernimento. Acho incrível como se conseguem odiar, detestar, desprezar seres humanos por simples vaidade. E melhor, tentar demonstra-lo sempre que possível como se de um objectivo de vida se tratasse. Pessoas mais chegadas já me quiseram fazer ver, e começo a acreditar que sim, que tais comportamentos só podem advir de total falta de amor-próprio e auto-estima. Sim, porque acredito piamente que quando estamos bem connosco não temos necessidade de deitar ninguém abaixo para nos sentirmos melhor, apenas sabemos que estamos bem, sentimo-nos bem e o resto não interessa para nada. Ou melhor, tentamos transmitir esse bem estar para quem está ao nosso redor.
Para piorar a minha questão do porquê tanto odio, a rapariga é uma mulher bonita, com presença e até já foi mãe de uma menina muito fofa do dito ex. No entanto, mesmo as suas pseudo-amigas já trataram de comentar (não a mim é evidente) que é uma pessoa de trato muito complicado e até mesmo com pitadas de má-educação. Fico na ignorância pois não faço ideia que tipo de pessoa seja! Afinal...porquê? Que mania esta das mulheres terem sempre alguma coisa que falarem uma das outras e criarem odios de estimação por simples prazer?!? Porque rivalizamos tanto umas com as outras e os homens se deixam arrastar nesses ódios como se tratassem de cãezinhos?
Alguém sabe a resposta? Alguém???

12 comentários:

  1. Minha linda:
    mas quem te manda tar a ligar e a perder o teu tempo com essas criaturas?n vale a pena... se n gostam de ti azar o delas, n sabem o que perdem... eu gosto mto de ti, e o carinho e amizade que tenho por ti, é mto mais forte do que a azedice e mesquinhice dessa gente... já para n falar dos restantes teus amigos que te adoram.. já sabes q a minha teoria se baseia ao facto de elas n gostarem delas proprias, e de verem em ti, aquilo que elas gostavam de ter/ser mas n tem!!! pah.. parvas... mas por favor, não percas o teu rico tempo com essas melgas.. querem falar mal de ti, falem! azar... é sinal que realmente tens o teu Q de importância na vida delas para estarem spr a falar de ti... :)
    beijoca e vamos marcar um cafezinho:) se possivel no meio dessas cobras todas ahahahah como eu gosto de cobras!!!:)

    ResponderEliminar
  2. Bubbles, só tu para me fazeres rir logo pela manhã!!
    Também acredito que realmente seja alguma lacuna na vida dessas pessoas que as fazem ter que olhar para a vida alheia mas tu sabes que sou da paz, não gosto de me sentir em campo de batalha principalmente quando nem sei pelo que estou a batalhar! :)
    Obrigada fofa, também te admiro muito, principalmente essa força interior que te distingue.
    Sabes que podes contar comigo para um café a qualquer altura!!
    Beijo

    ResponderEliminar
  3. estou quase como diz a "Bubble Mind"... Perder tempo com gente assim??? chuta para canto como se costuma dizer... pessoas assim com esse comportamento só podem pessoas rudes, que nao conseguem ser aquilo k desejam na vida e preferem dizer mal dos outros, ou entao n confiam na pessoa k tem ao lado... tu sabes o k vales e n precisas sequer de ligar a esse tipo de gente... beijo

    R

    ResponderEliminar
  4. R: concordo contigo. Não perco tempo, pelo menos muito, por isso é que decidi partilhar minha dúvida com a malta. Já está chutado para canto :D

    Beijo

    ResponderEliminar
  5. Oh boa, como já te disse, para elas se sentirem incomodadas com a tua presença, algum motivo deve haver. Das duas uma, alguém te elogiou e elas ficaram com dor de coto porque gostam de ser elas o alvo das atenções, ou porque pura e simplesmente não têm mais nada que fazer na vida então toca a implicar com a malta até porque nem vão muito com a cara delas...
    Deves-te importar sim, com aqueles que gostas e que significam alguma coisa para ti...os restantes, trata apenas de ignorar.

    ResponderEliminar
  6. Elisabete: claro que me importo com aqueles que gosto os outros não quero saber, desde que não pulem a cerca! :D

    ResponderEliminar
  7. Silvia, Aquí no Brasil usa-se a expressão:" Ninguém dá chutes em cachorro morto". Isso é sinal que o seu brilho incomoda quem não tem amor no coração e quem não ama não consegue perdoar. Para ter a humildade do perdão tem-se que ter a grandeza do amor. E isso você o tem. Um maravilhoso dia para você. Beijinhos. Manoel Eduardo - Brasil.

    ResponderEliminar
  8. Manoel Eduardo: palavras muito boas de ler, obrigada Manoel pelo ânimo e pela amizade. :)
    Um óptimo dia também para si.
    Beijos

    ResponderEliminar
  9. Olha... eu transcrevo-te:
    "...Sim, porque acredito piamente que quando estamos bem connosco não temos necessidade de deitar ninguém abaixo para nos sentirmos melhor, apenas sabemos que estamos bem, sentimo-nos bem e o resto não interessa para nada..."
    Assim está tudo dito :)
    Bjs
    P

    ResponderEliminar
  10. Oi miúda! Tu ainda pensas nisso?! Caga! A sério, vai à w.c. e faz uma grande fartura!!! eh, eh, eh!!! E já agora: nunca mais apareceste para um café. é preciso um requerimento??? Vamos lá a ver se tenho de ir a tua casa puxar-te pelas orelhas, ou por outra coisa qqr, fica ao teu critério! Beijinhos, B.

    ResponderEliminar
  11. Anónima B: lolol...eu não faço farturas sou uma lady! :P
    É preciso requerimento sim, já sabes que café é trimestral! lol Né nada, eu apareço sem falta para ver as minhas meninas!
    E quanto ao post, sim, ainda penso porque tenho que dar de caras com o assunto várias vezes e a questão permanece no ar...é até criar hábito!
    Beijo

    ResponderEliminar
  12. Minha pomba, não penses, ignora. Ès superior a tudo isso. Quem cria ódios de estimação só porque um dia acordou e achou que o devia fazer não merece consideração. E sinceramente... a falta de confiança nela própria só pode ser muita. Quanto ao rebanho... Enfim... Vidas tristes, cheias de inveja do que os outros alcançam com sinceridade, corações amargos. Mas acima de tudo são pessoas que não cresceram, influenciadas umas pelas outras e que sismaram em manter tradições de crianças e adolescentes que ja foram...
    Tu tornaste-te mulher de personalidade forte, sinceridade evidente, e isso é algo de que te deves orgulhar. Os outros ficaram parados no tempo.
    Por isso deixa-os fofocar, criticar, e continuarem na vidinha triste e enfadonha que têm. E tu trata de ser feliz!
    O resto esquece!
    Beijos Maria!:D

    ResponderEliminar