Curiosidade # 3

Alguém ja pensou que:
O VERBO "SUICIDAR-SE" É UM PLEONASMO?
O verbo "suicidar-se" vem do latim sui ("a si" = pronome reflexivo) + cida (= que mata).
Isso significa que "suicidar" já é "matar a si mesmo". Dispensaria, dessa forma, a repetição causada pelo uso do pronome reflexivo "se".
Se observarmos o uso contemporâneo deste verbo, não restará dúvida: ninguém diz "ele suicida" ou "eles suicidaram". O uso do pronome reflexivo "se" junto ao verbo está mais que consagrado no nosso idioma. É, na verdade, um pleonasmo irreversível.
O verbo "suicidar-se" hoje é tão pronominal quanto os verbos "arrepender-se", "esforçar-se", "dignar-se".
Numa história que é contada pelo actor, compositor, escritor, poeta, Mário Lago, do seu livro 16 linhas cravadas , entre outras histórias, encontra-se a do professor de português que se mata ao descobrir a traição de sua amada esposa Adélia. Deixou escrito na sua mensagem de despedida: "Adélia suicidou-me".

Sem comentários:

Enviar um comentário