Simples

Há quanto tempo não colhes uma flor silvestre e ficas, simplesmente, a olhar para ela? Simplesmente a olhar uma flor que é simples? Há quanto tempo não fazes isso?

Em vez de viveres no passado, nas gigantes amarguras das escolhas erradas, e do que as pessoas supostamente te fizeram… Em vez de viveres no futuro, na ilusão ignóbil do que ainda vais fazer, e do que ainda vais ser.

Pura e simplesmente colher uma flor simples e ficar simplesmente a olhar para ela.
Sem passado nem futuro, sem planos nem ambições, sem mágoas ou ressentimentos. Simplesmente ali, a olhar uma flor simples. Sem cargas emocionais, sem dilemas, sem projecções ou adiamentos. Nada.

Só ali. A olhar, simplesmente. Há quanto tempo? Esse é o segredo da vida. Encontrar coisas que te façam parar o tempo ou encontrar tempo para parar as coisas. Para simplesmente olhar para elas. Para simplesmente estar. Para simplesmente Ser.

Alexandra Solnado

4 comentários: