Liberta-me

Qual a parte do ADEUS é que tu não entendeste?
Porque insistes em torturar-me, em fazer de tudo para que eu não siga em frente e seja feliz?
Que ser humano és tu que não me liberta e não me dá paz quando peço?
Porque sempre que despeço-me vens de novo, com falas meigas, com palavras carinhosas, com enganos, com falsidades...quem és tu? Não sei mais quem és tu.
Deixa-me ir, por favor, deixa-me ir. Afinal de contas, foste tu que quiseste ir embora primeiro...

1 comentário:

  1. Não deixes essa atitude/decisão na mão dos outros, está nas tuas mãos fazer com que isso resulte, depende unicamente de ti! Tu és mais forte do que pensas, embora neste momento possa não te parecer assim...

    ResponderEliminar