Ninguém é igual a ninguém. Todo o ser humano é um estranho ímpar.

Carlos Drummond de Andrade

4 comentários:

  1. Identifico-me imenso com o que ele escreve!

    ResponderEliminar
  2. E cada um é especial sendo diferente! Eu não conheço a sua obra, ninguém diria que adoro ler =X Mas vou já pesquisar!

    ResponderEliminar
  3. Ainda hoje li este texto no blog da Andorinha:

    http://andorinhaquevoa.blogspot.com/2011/08/casa-arrumada.html

    Como diz a Nokas, é mesmo um sábio. E fala de uma forma tão humana, tão perto do coração!

    ResponderEliminar