Procuro casa e não está fácil

Foi 4 anos que publiquei a primeira vez que andava à procura de casa. Era a primeira vez que me ia aventurar sozinha, e verdade seja dita, tive um piço do caraças pois não demorou muito a encontrar através de uma seguidora do blog que arrendava uma casa na minha zona e que estava prestes a mudar-se.
Em poucos meses estava com a chave na mão e um cagaço desgraçado. Mas lá consegui e lá estou. A casa é porreira, agradável, não muito antiga e até mimosinha. Contudo, nem tudo tem corrido muito bem. A senhoria, que andou todo este tempo caladinha, decidiu que quer aumentar a renda em 40€ de uma hora para a outra. Acham normal?!? Já discutimos, já tentamos acordar alguma coisa mas falar com ela ou com um penedo é igual e assim avista-se uma mudança. Contudo, não é para muito breve. 

Arrendar um apartamento sozinha não é nada fácil, as rendas estão altíssimas!! Que se passa? Mas todos acham que andamos aos pares? Há malta que vive sozinho, povo!! Há malta que paga as contas sozinho e pisar nos calos dessa forma não ajuda a nada! Como é? São casas super antigas, com um aspecto deveras desagradável que nem um balde de tinta ajuda e a renda é astronómica. Andam todos tolos?

Todos os dias vejo uma carrada de anúncios e todos eles a mesma coisa. Tem sido uma desilusão diária e não sei mesmo como desatar este nó! É que não estou para ter a senhoria a buzinar-me as orelhas todos os meses mas se tiver de ser é aguentar o frete até o milagre acontecer.

Não sei se isto tudo tem algum significado maior, não sei o papel desta mudança forçada na minha vida mas não tem sido agradável estar no limbo, estar sem a minha segurança, no risco de perder a minha casa, o meu refúgio. Já não me sinto em casa e é triste. 

6 comentários:

  1. Tens que ir vendo com calma. Se gostas mesmo da casa, não vale a pena os 40 euros? Ou não consegues pagar? É que está mesmo difícil...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não me dava muito jeito pagar mais 40€. a questão é que nem é legal um aumento desse calibre!

      Eliminar
  2. ai meu amor que situação difícil, mé deus!!!!
    tenho amigos que não se separam pois não aguentam uma renda sozinhos
    e aqui no algarve as rendas são mais altas que os ordenados , o cumulo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois, partilhar casa também já me passou pela cabeça mas como não tenho nenhum amigo interessado em abandonar a casa dos papis, fazê-lo com um desconhecido não me atrai. Não fazem rendas a pensar nos solitários! :)
      Nem consigo imaginar aí no sul mas aqui pelo Puerto carregam bem, oh oh, se carregam! Não se entende.

      Eliminar
  3. Não deve ser fácil e para casa e não nos sentirmos bem :( Não consegues ter ajuda, rever o contrato e as cartas com o coeficiente de aumento? A casa está em bom estado? O senhorio passa recibos? Algum advogado amigo, ou mesmo na deco, para que possam rever a tua situação?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não dá, o nosso acordo é apenas verbal, não há contrato escrito. Ai se houvesse ela nem piava, nem eu estaria preocupada com isto. O problema é que, em caso de injustiças destas, não tenho a quem me queixar. Já falei com uma pessoa de família que é procuradora e que já me informou que ela não pode fazer aumento algum mas tudo vai, agora, de como a senhoria quer resolver o assunto. Mas como já tive inclusive a caixa de correio 'violada' acho que estou a lidar com malucos e já espero de tudo.

      Eliminar