“A verdade é que nos ensinam tudo menos como gostar de nós mesmos. Eu diria, levando se calhar a um extremo, que só nos ensinam a afastar de nós mesmos.”

José Micard Teixeira

10 comentários:

  1. Acho que a auto-estima, é uma aprendizagem nossa.
    Ninguém tem que nos ensinar isso... É algo intrínseco em nós...
    É um esforço que só depende do próprio, e do tamanho da sua auto-estima.

    xoxo
    Lux

    ResponderEliminar
  2. Tomei, há dias, conhecimento de um caso de uma miúda de cerca de 8 anos cuja mãe constantemente lhe diz que ela não pode comer senão fica gorda, não só diz como a proíbe. A miúda é normal mas a mãe insiste que ela será gorda. Nem uma bolacha lhe é permitida comer e se alguém lha oferecer ela aceita por educação mas esconde no bolso e na primeira oportunidade que tenha deita-a fora sem ninguém ver (pensa ela). Aquela auto-estima está, desde início, a ser moldada por uma das pessoas mais importantes na vida daquela criança, um modelo a ser seguido. O que provavelmente resultará dali é uma adolescente com distúrbios alimentares e psicológicos. Poderá ser que em adulta ela tenha o discernimento que tens e achar que ninguém dita a auto-estima, mas também poderá ser alguém que nunca ultrapasse e seja sempre distante dela mesma, atenta às opiniões dos outros sobre o seu corpo e menos à dela. Este é apenas um pequeno exemplo de como nem tudo é tão simples.

    ResponderEliminar
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  4. Isso confunde os miúdos. E grande parte das pessoas não tem consciência de como os miúdos assimilam tudo o que dizem e fazem à sua frente.

    ResponderEliminar
  5. É um caminho que nós próprios temos de fazer :)

    ResponderEliminar
  6. isso anda a acontecer-me demasiadas vezes... há dias em que não me reconheço!

    ResponderEliminar
  7. Eu acho até o contrário. Acho que cada vez mais os Pais enchem a bolha da auto-estima dos seus filhotes, que para eles são quase pequenos deuses. E essa gente fica intratável. E o pior é quando essa bolha rebenta.

    ResponderEliminar
  8. A questão não é essa, aquilo foi apenas um exemplo, infelizmente grave, para demonstrar que a nossa auto-estima não é unicamente formada por nós mesmo, também sofre influências externas. Nesse sentido, no teu exemplo também se aplica essa influência.

    ResponderEliminar
  9. Nokas: deveria ser mas só o conseguimos com algum amadurecimento.

    Ju: talvez precises de olhar um bocadinho mais por ti...

    ResponderEliminar
  10. Gostei do pensamento. A responsabilidade de ensinar seria dos nossos pais, mas como eles vão ensinar que por sua vez nao aprenderam também... É complicado, como diria Gilbert.

    ResponderEliminar