A somar pontos de conhecimento

Há fins-de-semana que são curtos mas tão preenchidos de aprendizagem. 
Conversas que nos ensinam, nos fazem pensar, nos dão as respostas que precisamos (às vezes substituem por novas dúvidas).
Foi pequeno o fim-de-semana. Tive pouco tempo para mim e ao mesmo tempo tudo o que fiz foi em prol de mim. Se saio satisfeita? Em alguns pontos sim, bastante até, em outros foi um pouco mais do mesmo, nos que sobram foi finalmente entender que, por mais voltas que se dê, por mais que se lute, por mais que se pense, por mais que queiramos que algo siga um caminho por nós traçado e idealizado, não há mesmo forma de fazer as coisas do nosso jeito. Não está nas nossas mãos.
Sem desenvolver mais até porque estaria a cometer o erro de persistir e insistir, estou pronta, ansiosa até, que novidades surjam. A saturação de andar na roda tipo rato já leva-me a desejar de forma intensa que realmente a roda parta e pare. 
Não tenho a menor dúvida que a vida está repleta de surpresas e milagres acontecem todos os dias, mesmo que não nos apercebamos deles. Tenho fé e isso chega por agora.



2 comentários:

  1. Também ando com vontade que a roda parta...esta rotina é que me deixa doida.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Saltar fora às vezes parece um pouco mais assustador mas se for a única hipótese..
      Vamos tentar parar a roda? ;)

      Eliminar